Xarope de Agave Engorda? Quais os Benefícios? O Que é e Como Usar

Agave

Veja quais são os benefícios do xarope de agave, o que é esse ingrediente e como usar em suas receitas, além de entender se ele engorda.

Você já leu alguma receita que pedia o xarope de agave na lista de ingredientes, mas não tinha ideia do que se tratava o produto? Vamos conhecer melhor o ingrediente e saber quais são os seus possíveis benefícios?

Seria ele a mesma coisa do néctar de agave ou há diferenças? Aproveite para conhecer melhor o que é agave e para que serve.

O que é o xarope de agave?

Também conhecido pelo nome de néctar de agave, o xarope de agave é um adoçante natural extraído de diversas espécies da planta agave, que cresce principalmente no México e na África do Sul.

O processo de obtenção do produto começa com a planta sendo
cortada e prensada para que a sua seiva doce seja extraída. Durante a
fabricação, essa seiva também é exposta ao calor e/ou enzimas, que fazem com
que os seus frutanos (que são fibras saudáveis) sejam extraídos e decompostos
na forma de frutose.

O xarope de agave apresenta uma consistência parecida com a do mel, entretanto, é um pouco mais fino.

Quais os benefícios do xarope de agave?

O produto é rico em frutose, que ao contrário da glicose, não aumenta os níveis de açúcar do sangue em curto prazo.

O néctar de agave tem um índice glicêmico muito baixo – principalmente porque quase todo o seu açúcar é frutose. Ele tem muita pouca glicose, pelo menos quando comparado ao açúcar regular.

Um estudo recente com ratos comparou os efeitos metabólicos do néctar de açúcar e sacarose (açúcar de mesa) depois de 34 dias. Os ratos que ingeriram o néctar de agave ganharam menos peso e tinham menores níveis de açúcar no sangue e de insulina. Em um estudo de tão curto prazo, a glicose eleva o açúcar sanguíneo e os níveis de insulina, enquanto a frutose não.

Entretanto, precisamos ter muito cuidado e precaução antes de classificar o xarope de agave como um produto saudável. O índice glicêmico é somente um dos fatores que devem ser considerados na avaliação dos efeitos dos adoçantes para a saúde.

Os efeitos prejudiciais do agave – e do açúcar de maneira geral – têm muito pouco a ver com o índice glicêmico, mas tudo com as quantidades elevadas de frutose – e o néctar de agave é muito rico em frutose.

Mas qual o problema com a frutose? O xarope de agave engorda?

Antes de tudo, precisamos esclarecer que quando falamos da frutose, não estamos nos referindo ao açúcar naturalmente encontrado nas frutas e nem estamos dizendo que você deve deixar de consumi-las, uma vez que são alimentos saudáveis, compostos por fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes. Estamos nos referindo à frutose dos produtos industrializados e processados como o xarope de agave.

Enquanto toda célula do seu corpo pode metabolizar a glicose, o seu fígado é o único órgão que pode metabolizar a frutose em quantidades significativas. Consumir a frutose adicionada em excesso pode causar estragos na sua saúde metabólica e contribuir com a resistência à insulina, síndrome metabólica, doença cardíaca e diabetes do tipo 2.

Mas por que será que isso acontece? O que ocorre é que o fígado fica sobrecarregado e começa a transformar a frutose em gordura. O resultado disso é a elevação do triglicerídeos no sangue.

Muitos pesquisadores acreditam que parte dessa gordura pode se alojar no fígado, resultando na doença hepática gordurosa. Isso pode provocar grandes aumentos de longo prazo nas taxas de açúcar no sangue e insulina, aumentando o risco de desenvolver a síndrome metabólica e a diabetes do tipo 2.

Tenha em mente que o néctar de agave tem aproximadamente 85% de frutose – o que é muito mais alto do que o açúcar comum. Nada disso se aplica às frutas integrais, que são carregadas de fibras e fazem com que você se sinta saciado rapidamente. O seu corpo está bem equipado para lidar com as pequenas quantidades de frutose encontradas nas frutas.

A ingestão exagerada de frutose também pode aumentar os níveis do colesterol ruim e provocar o acúmulo de gordura abdominal – o que responde a nossa pergunta se o xarope de agave engorda.

Outro problema do xarope de agave em relação ao peso é que ele tem mais calorias que o açúcar de mesa. O produto tem 21 calorias por colher de chá, enquanto o açúcar convencional possui 16 calorias por colher de chá.

Com todos os prejuízos que o alto teor de frutose do xarope de agave pode provocar para a saúde e para a boa forma, não é recomendado o produto como uma forma de adoçar os alimentos. Outros adoçantes naturais como stevia, xilitol e eritritol são muito mais saudáveis.

Quem já tem diabetes precisa ter um cuidado especial

Isso porque não é raro encontrar o xarope de agave promovido como um produto aceitável para quem sofre com a doença, devido ao seu índice glicêmico. Entretanto, o índice glicêmico não deve ser o único fator considerado na hora de avaliar o impacto de um alimento para os diabéticos.

O WebMD apontou que não existem muitam pesquisas para basear a teoria de que o agave tem um índice glicêmico baixo e ressaltou que um dos estudos neste sentido foi conduzido em animais de laboratório, não em pessoas.

Além disso, a Associação Americana de Diabetes inclui o xarope de agave na lista de adoçantes que devem ser limitados, ao lado do açúcar de mesa comum, açúcar mascavo, mel, xarope de ácer (bordô) e outros açúcares.

Outro ponto que merece destaque é que o organismo libera menos insulina em resposta à frutose – encontrada em quantidades elevadas no xarope de agave -, o que significa que os níveis de açúcar no sangue podem permanecer mais altos após a ingestão do agave em comparação a outros açúcares.

Isso porque a insulina é o hormônio responsável por auxiliar a glicose
(açúcar) obtida por meio dos alimentos a sair do sangue e chegar até as células
do organismo, esclareceu o Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas
e Renais (NIDDK, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Em vez de trocar um tipo de açúcar pelo outro, as pessoas que seguem uma dieta saudável com foco no controle da diabetes devem diminuir a ingestão de açúcar de maneira geral.

Se você foi diagnosticado com a diabetes, converse com o seu médico e/ou
nutricionista a respeito do uso de xarope de agave e das alternativas mais
saudáveis e seguras que você pode usar para adoçar os seus alimentos.

Como usar o xarope de agave?

Graças ao fato de ser altamente dissolúvel, o produto pode ser
usado em receitas de smoothies e coquetéis. Ele também funciona bem como
cobertura de cereais, panquecas e pães.

O xarope de agave também pode ser usado no lugar do mel pelos veganos (você sabe por que vegano não come mel?), podendo aparecer em substituição ao ingrediente em receitas de sobremesa. No entanto, é necessário que a diferença na viscosidade entre ambos seja considerada.

O produto também pode funcionar bem na preparação de assados de
textura emborrachada como muffins e bolos pegajosos. No entanto, será
necessário utilizar uma temperatura mais baixa, reduzindo a temperatura
convencional em 10º C.

Antes de utilizar o xarope de agave para qualquer uma dessas
finalidades, tenha em mente que devido ao fato de ser rico em frutose, o
ingrediente deve sempre ser usado em quantidades muito pequenas. Também não é
aconselhável que o produto seja usado com muita frequência.

Recomenda-se ainda optar pelas versões orgânicas do produto em detrimento das versões mais baratas, porém, altamente processadas.

Fontes e Referências adicionais:

Você já experimentou usar o xarope de agave na cozinha? Pretende provar em alguma receita? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Xarope de Agave Engorda? Quais os Benefícios? O Que é e Como Usar Aparece primeiro em Mundo Boa Forma