Whey Protein Vegano: funciona? Conheça do que é feito

Whey Protein Vegano: funciona? Conheça do que é feito

Saiba tudo sobre o whey protein vegano e descubra se ele tem a mesma potência do tradicional.

Grande parte das pessoas que desejam iniciar a suplementação com o whey protein vegano têm dúvidas se a proteína vegana oferece a mesma eficiência da proteína do leite.

Antes de tudo é preciso entender que o veganismo não é mais considerado uma dieta, mas sim um estilo de vida com um número cada vez maior de adeptos.

No veganismo, todos os alimentos derivados de animais, além de somente carnes, leite e ovos, são excluídos. Por esse motivo, muitas pessoas acham que é improvável obter bons resultados de ganho de massa muscular.

No entanto, com o aumento de pessoas adeptas ao veganismo, novos suplementos foram criados, e o whey protein vegano é um dos mais eficientes para alcançar as necessidades de proteínas.

Com ele, é perfeitamente possível alcançar o mesmo resultado das pessoas que utilizam suplementos com proteína animal. Quer saber mais sobre esse tipo de whey? Então, fique com a gente e boa leitura!

Whey protein vegano fuciona? Do que é feito?

Mulher colocando whey protein na coqueteleira

O whey protein vegano é basicamente feito a partir de proteínas vegetais que são encontradas em diversos alimentos. A maioria deles são leguminosas, como lentilha, feijão, soja, grão-de-bico, ervilhas, etc.

Além disso, também podem ser utilizados alguns cereais, como o arroz, e oleaginosas, como as amêndoas, as castanhas e as nozes.

Inclusive, grande parte desse tipo de suplemento é produzido por meio de três pilares: o arroz, a ervilha e a soja.

No entanto, o whey protein vegano pode ser feito com somente um desses pilares, ou até mesmo os três em forma de “blend”.

Benefícios do whey protein vegano

mulher aplicando scoop de whey de chocolate em uma coqueteleira rosa

Assim como o whey protein tradicional, o vegano oferece diversos benefícios para a saúde muscular e também para a saúde geral.

Isso porque ele potencializa o processo de anabolismo muscular, melhorando o crescimento e acelerando a recuperação dos músculos, além de aumentar o rendimento na prática esportiva.

Vale ressaltar que o whey protein vegano possui todos os aminoácidos da cadeia ramificada de BCAAs, não contém lactose e nem colesterol, além de contar com um índice glicêmico baixo.

Qual é o melhor horário para ingerir o whey protein vegano?

 

A resposta para essa pergunta vai depender muito da sua necessidade e do seu objetivo com a suplementação. Normalmente, ele é consumido pós-treino, porém também pode ser ingerido em outros horários.

Pela manhã ao acordar

Logo que acordamos o corpo necessita de doses elevadas de nutrição, uma vez que passou várias horas em jejum.

Nesse caso, a suplementação ajuda o corpo a fornecer energia para os músculos, além de oferecer mais disposição ao longo do dia.

Pré-treino

Quando treinamos com musculação, o corpo entra em estado catabólico, pois libera um hormônio chamado cortisol. Nesse caso, a ingestão do whey vegano deve acontecer cerca de 30 minutos a uma hora antes do treino. Essa ação evita que o corpo consuma seus músculos como fonte de energia.

Outra dica bastante significativa é ingerir uma fonte de carboidratos de absorção rápida a fim de aumentar a energia.

Pós-treino

Por ser um momento que o corpo mais necessita de nutrientes, ingerir o whey vegano logo após o treino pode ser uma boa hora para aproveitar essa oportunidade.

Quando o suplemento é consumido pós-treino, o corpo consegue absorver melhor os nutrientes e proteínas, acelerando a recuperação muscular e potencializando o ganho de massa.

Antes de dormir

Ingerindo o whey protein vegano antes de dormir, você protege seus músculos, evitando que eles sintam falta de um bom aporte nutricional por muito tempo.

Além disso, seu estado anabólico é otimizado, bem como o aumento dos níveis do hormônio do crescimento, o que estimula a hipertrofia (aumento da massa muscular).

Qual é a principal diferença entre o whey vegano e o tradicional

A principal diferença está na fonte de proteínas, em que uma é vegetal e a outra animal.

Outro ponto é que o whey protein tradicional pode desencadear mais efeitos colaterais e alergias, visto que a proteína existente no leite pode não ser bem digerida pelo organismo de algumas pessoas e causar desconforto na região abdominal.

Já as proteínas do whey protein vegano são mais facilmente digeridas pelo organismo, causando menos efeitos colaterais e reações alérgicas.

Com relação aos benefícios, não existe diferença, uma vez que ambos cumprem muito bem seus papéis de oferecer um aporte melhor para uma boa hipertrofia.

Gostou do conteúdo? Compartilhe o artigo nas suas redes sociais clicando abaixo. Para mais informações como esta veja mais no site Magazine Notícias.

Magazine Notícias

Autor do blog Magazine notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.