Vídeos Mostram Diferenças da Eficácia de Máscaras Contra o Novo Coronavírus

Máscara para coronavírus

Em diversos lugares do Brasil, o uso de máscaras faciais de pano sempre que sair na rua tornou-se obrigatório, como uma medida de prevenção contra a COVID-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. As máscaras cirúrgicas e do tipo N95 estão escassas e, portanto, devem ser reservadas aos profissionais de saúde, que atuam na linha de frente contra o vírus e são os mais expostos à contaminação.

Mas você já parou para pensar a respeito de quão eficientes essas máscaras realmente podem ser e sobre qual a diferença de uma máscara para outra? Cientistas da Universidade College Dublin, da Irlanda, não apenas pensaram acerca disso como também produziram vídeos que demonstram as diferenças de eficácia das máscaras contra o novo coronavírus. As imagens também comparam o uso dos equipamentos com a ausência de uma máscara ao tossir e ao falar.

As imagens mostram como as partículas que transportam o vírus são dissipadas conforme a máscara utilizada. Ao analisar essas imagens, os cientistas concluíram que todas as máscaras ajudam a evitar que uma pessoa contaminada pelo novo coronavírus não transmita a doença provocada por ele, como você pode verificar a seguir:

Imagem: via Revista Crescer – Tradução: tosse sem máscara (primeiro quadro); tosse com máscara cirúrgica (segundo quadro); tosse com máscara FFP3 (terceiro quadro); tosse com protetor facial (quarto quadro).

As máscaras FFP3, que são similares às do tipo N95 utilizadas pelos profissionais de saúde, foram apontadas como as mais eficientes pela análise. O segundo lugar ficou com o protetor facial (aquele semelhante a um visor, que fica preso na testa e cobre todo o rosto com um material transparente). Já a terceira colocação ficou com as máscaras cirúrgicas, com eficiência similar à das máscaras caseiras de tecido.

Os vídeos demonstraram ainda que em comparação com o ato de tossir ou falar sem máscara, todos os equipamentos apresentaram um efeito positivo expressivo. Ainda segundo os cientistas da Universidade College Dublin, tossir no cotovelo pode ter um efeito de proteção parecido com o promovido pelo uso da máscara, entretanto, sem usar o equipamento a pessoa pode transmitir o vírus ao falar.

A íntegra dos vídeos com as análises comparativas entre o uso de diferentes tipos de máscaras e a ausência de proteção pode ser conferida a seguir:

Ou seja, por mais que as máscaras faciais de pano não sejam as mais eficientes contra o novo coronavírus, são elas que nós que fazemos parte da população em geral podemos usar para nossa proteção e proteção dos outros que nos rodeiam. Além disso, utilizar essas máscaras será mais seguro do que ficar sem nenhum tipo de proteção.

Mas atenção: para que elas surtem algum tipo de efeito positivo é fundamental saber como usar corretamente as máscaras faciais de tecido contra o novo coronavírus. Para os adeptos dos treinamentos físicos, também é importante conhecer os cuidados que devem ser tomados ao usar máscaras ao praticar exercícios físicos.

Você tem utilizado máscaras faciais para se proteger do novo coronavírus? De que tipo são suas máscaras? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Vídeos Mostram Diferenças da Eficácia de Máscaras Contra o Novo Coronavírus Aparece primeiro em Mundo Boa Forma