Vegetariano ou Vegano – Quais as Diferenças? Dicas e Cuidados

Dieta vegana

De cara, já podemos mencionar o óbvio: tanto o vegetarianismo quanto o veganismo não permitem o consumo de carnes, seja em prol do meio ambiente, seja motivado pela ideia de que a carne vermelha faz mal, seja para diminuir a sua ingestão de gorduras saturadas.

Esse padrão de dieta existe há muito mais tempo do que imaginamos: tem-se informações que desde 700 a.C. já existiam pessoas que escolhiam não consumir derivados de carne ou animais abatidos.

Entretanto, o vegetarianismo e o veganismo passam muito longe de ser a mesma coisa. Começando pelo primeiro, ele geralmente envolve a retirada de carne de aves, peixes, carne bovina e outros tipos de carne da dieta. Entretanto, as coisas não são tão simples assim: existe uma série de variações do vegetarianismo.

Por exemplo, uma delas é a dieta ovolactovegetariana, em que a pessoa não consome nenhum tipo de carne de animal abatido, entretanto, ingere o ovo e os produtos derivados do leite. Há ainda a dieta lactovegetariana, que tem a presença do leite e seus derivados, mas exclui as carnes e o ovo.

Por sua vez, o veganismo pode ser considerado um passo à frente em relação ao vegetarianismo: ele é classificado como uma versão mais rígida ou restritiva do vegetarianismo.

O veganismo é definido pela sociedade vegana como um estilo de vida que procura ao máximo evitar o consumo de  produtos associados a qualquer tipo de exploração ou crueldade animal.

O veganismo passa muito por uma questão filosófica e de princípios a respeito de como os animais devem ser tratados, que prega que os animais não devem ser utilizados como meio de alimentação, em testes para produtos cosméticos ou da indústria farmacêutica ou no vestuário, para fabricar roupas de pele, por exemplo.

É por esse motivo que não são encontrados quaisquer produtos de origem animal como carnes, ovos, leite e seus derivados na alimentação de um vegano. O veganismo acredita que não é porque o animal não foi morto que ele não sofreu para que determinado produto de origem animal fosse obtido.

Você sabia que o vegano também não come mel? Além do doce produzido pelas abelhas, suplementos como as vitaminas que são compostas por frações de soro de leite e clara de ovo também podem entrar na cota de produtos eliminados da rotina do veganismo.

Enfim, qualquer produto que apresentam algum resquício de ingrediente de origem animal não deve aparecer na rotina vegana.

É possível ver vegetariano ou vegano e ser saudável?

Sim, é totalmente possível seguir o vegetarianismo ou veganismo tendo uma dieta balanceada e, consequentemente, ser saudável. Entretanto, isso exige cuidados. É necessário aprender a fazer as substituições corretas nas refeições para não sofrer com deficiências nutricionais e todos os problemas que elas trazem.

Por exemplo, existem fontes vegetais de cálcio, como é o caso da chia, as nozes e os vegetais verdes escuros, por exemplo, assim como também existem fontes vegetais de proteínas.

No entanto, embora existam proteínas vegetais completas, a maioria das fontes vegetais de proteína são proteínas incompletas, o que torna necessário consumir diferentes fontes vegetais de proteína diariamente para obter todos os tipos de aminoácidos necessários ao organismo.

Portanto, antes de aderir a um padrão de dieta vegetariano ou vegano é fundamental procurar o auxílio de um nutricionista para ser orientado a respeito de como dever ser o cardápio diário, de modo que o fornecimento de nutrientes ao organismo não seja prejudicado ao sair de uma alimentação carnívora para um regime alimentar sem carne ou produtos de origem animal.

Da mesma forma, para quem já segue o vegetarianismo ou veganismom é importante manter as consultas médicas regulares para checar frequentemente se está tudo certo com a saúde e se nenhuma insuficiência ou deficiência nutricional não foi desenvolvida.

Mas quais são os nutrientes que exigem atenção especial do vegetariano ou vegano?

As pessoas que seguem uma alimentação privada de carne ou de produtos de origem animal precisam ficar de olho na ingestão de ferro, cálcio, ômega-3, vitamina B12 e vitamina D, uma vez que as necessidades diárias podem ser mais difíceis de serem atingidas dentro de uma dieta vegetariana ou vegana.

Especialmente para os veganos, pode ser complicado consumir a quantidade diária necessária de proteínas. Por isso é muito importante que eles conheçam quais são as boas fontes veganas de proteínas.

Pode ser necessário usar um suplemento vegano de proteínas, como os de proteínas da ervilha ou proteínas do arroz, por exemplo, mas isso deve ser determinado e acontecer sempre sob a orientação de um nutricionista.

O descuido com a alimentação e uma dieta com falta de diversidade de alimentos saudáveis e de nutrientes pode fazer com que a pessoa sinta-se fraca e até desenvolva um quadro de anemia. Para evitar isso, é necessário garantir espaço não apenas para as saladinhas e frutas nas refeições, mas também para as leguminosas, oleaginosas, cereais, sementes, grãos e legumes, de modo que a dieta seja completa e bem variada.

E quanto ao sabor?

O gosto agradável não é exclusivo das carnes, ovos, leite e derivados e outros produtos de origem animal – os produtos de origem vegetal também podem resultar em receitas bastante saborosas. A questão é aprender a preparar esses alimentos de modo que eles fiquem apetitosos e, ao mesmo tempo, saudáveis.

Ainda não sabe como preparar receitas vegetarianas ou veganas? Então comece com esses pratos vegetarianos simples, rápidos e deliciosos e com esses lanches veganos light e saudáveis.

Com informações são do MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já sabia as diferenças entre vegetariano e vegano? Conhece alguém que siga algum desses tipos de dieta? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Vegetariano ou Vegano – Quais as Diferenças? Dicas e Cuidados Aparece primeiro em Mundo Boa Forma