Sintomas da dengue e como tratar

A dengue é uma doença muito comum no hemisfério sul. Fique por dentro dos tipos que existem, dos sintomas da dengue e de como tratar a condição.

Essa infecção é transmitida pela fêmea do mosquito Aedes aegypti por meio de uma picada na pele.

Uma das formas de se proteger da picada do mosquito é usando repelentes ao ar livre, mas nem todos podem usar esse tipo de produto por causa de reações na pele ou condições de saúde.

Por isso, confira quais são as opções naturais e seguras de repelentes para grávidas e pessoas com a pele sensível.

Existem alguns tipos de dengue, como a clássica, a hemorrágica e a com complicações. Os quadros mais leves podem ser tratados em casa, mas os tipos mais graves podem precisar de tratamento hospitalar.

Confira então quais são os sintomas mais comuns em cada caso!

Sintomas da dengue

aedes aegypti

Os sintomas da dengue aparecem depois de 4 ou 7 dias da picada do mosquito e perduram por 3 a 10 dias.

Além disso, os sinais de alerta da doença podem variar de acordo com o tipo de dengue e com a gravidade da infecção.

Sintomas clássicos da dengue

Em casos de dengue leve, os sintomas tendem a sumir sozinhos em uma semana e não costumam causar complicações.

A saber, os sintomas são:

  • Febre alta;
  • Dor de cabeça forte;
  • Mal estar e cansaço;
  • Dores nos músculos e nas articulações;
  • Erupções no corpo;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Náuseas e vômitos;
  • Coceira e manchas vermelhas na pele.

Normalmente, a fase febril passa logo após 2 ou 3 dias de infecção. Por outro lado, outros sintomas podem perdurar por mais tempo.

Sintomas da dengue hemorrágica

Na dengue hemorrágica, os sintomas podem até ser leves, mas podem piorar em poucos dias. Além dos sintomas já mencionados, uma pessoa com dengue hemorrágica pode apresentar:

  • Pele úmida;
  • Sangramento pela boca, gengiva ou nariz;
  • Batimento cardíaco fraco;
  • Hematomas;
  • Sensibilidade no estômago;
  • Vômito crônico;
  • Confusão mental;
  • Vermelhidão nos olhos;
  • Agitação ou sonolência excessiva;
  • Número baixo de plaquetas no sangue;
  • Danos nos vasos sanguíneos;
  • Sangramento interno que resulta em sangue na urina, nas fezes ou no vômito.

Aliás, os sintomas descritos acima indicam uma hemorragia interna que precisa ser tratada o mais rápido possível a fim de evitar outras complicações.

Sintomas da dengue grave

Por fim, a dengue mais grave (ou síndrome de choque da dengue) é a forma mais perigosa da doença, que pode trazer grandes complicações e pode ser fatal.

Os sintomas adicionais desse tipo de dengue são:

  • Desorientação;
  • Dor de estômago forte;
  • Irritação;
  • Sangramento intenso ou hemorragia digestiva;
  • Vômito frequente;
  • Hipotensão súbita;
  • Alterações neurológicas como a amnésia, a psicose ou o delírio;
  • Insuficiência hepática;
  • Dificuldades cardiorrespiratórias;
  • Vazamento de fluidos através dos vasos sanguíneos.

Se não tratada, o paciente pode morrer devido à grande perda de sangue e à falha de órgãos como o coração e o fígado, por exemplo.

Como tratar

O tratamento da dengue é sintomático, pois não existe um tratamento específico. 

Se você suspeita que tem o vírus da dengue ou já tem a confirmação da doença, você pode usar analgésicos como o paracetamol ou a dipirona para aliviar a dor no corpo. Além disso, antitérmicos para baixar a febre também podem ser usados.

O resto do tratamento consiste em se manter bem hidratado, ter uma alimentação nutritiva e repousar.

Casos mais graves que precisam de internação podem ser tratados com remédios, fluidos intravenosos e transfusão de sangue.

– Contraindicações medicamentosas

Remédios que afetam a coagulação do sangue como a aspirina (ou ácido acetilsalicílico), por exemplo, podem aumentar o risco de sangramento e piorar a dengue.

Aliás, é para evitar essas complicações que o Ministério da Saúde recomenda o uso do analgésico paracetamol e contraindica a aspirina caso exista suspeita de dengue.

– Alerta

Apesar de a dengue leve poder ser tratada em casa, é importante estar alerta para os sinais de piora como: manchas ou hematomas na pele, vômitos frequentes, sangramentos de qualquer tipo, dor abdominal muito forte, palidez e desmaio.

Portanto, a presença de qualquer um desses sintomas indica que você deve buscar assistência médica.

Prevenção

O Centers for Disease Control and Prevention (CDC) estima que 400 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue.

Por causa do clima e das florestas tropicais do Brasil, a dengue é bastante comum aqui. Sendo assim, a prevenção é o melhor remédio.

Ainda não existe vacina disponível na rede pública de saúde e por isso a melhor forma de se prevenir é:

  • Eliminando focos de proliferação do mosquito (como fontes de água parada);
  • Usando repelentes e roupas que protejam a pele quando estiver ao ar livre.
Fontes e Referências Adicionais

Você já teve dengue ou conhece alguém que teve a doença? Quais foram os sintomas? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Sintomas da dengue e como tratar Aparece primeiro em Mundo Boa Forma