Síndrome do Intestino Permeável – O Que é e Como Tratar

Intestino

Entenda o que é a síndrome do intestino permeável, quais são as implicações dessa condição e como tratar e melhorar a saúde do intestino.

O intestino representa uma parte essencial para o funcionamento adequado do organismo humano, no entanto, quando algo não está correndo bem, diversos sintomas e complicações podem ser desencadeadas. A síndrome do intestino permeável é uma condição digestiva na qual bactérias e toxinas são capazes de “vazar” pela parede intestinal – é importante não confundir com a síndrome do intestino irritável, uma condição diferente.

Embora a medicina tradicional não reconheça o intestino permeável como uma doença, os adeptos da medicina alternativa e tratamentos naturais se debruçam sobre o quadro buscando formas para tratá-lo. Além disso, existem evidências científicas de que o intestino com vazamento existe e pode estar associado a vários problemas de saúde.

O que é síndrome do intestino permeável?

É função do sistema digestivo humano e dos animais decompor os alimentos e absorver os nutrientes, garantindo que as funções vitais sejam promovidas. Além disso, o intestino é um importante aliado no combate a substâncias nocivas, pois as paredes intestinais agem como barreiras, controlando o que entra na corrente sanguínea a ser transportada para os órgãos.

Na parede do intestino, há algo conhecido como junções oclusivas, que são pequenas lacunas que permitem a passagem de água e nutrientes. Em situações normais, elas são espaçadas de forma a permitir que apenas esses nutrientes ultrapassem o limite do intestino, bloqueando, desse modo, a passagem de substâncias nocivas.

Sendo assim, permeabilidade intestinal refere-se à facilidade com que as substâncias passam através dessas lacunas.

Quando as junções oclusivas das paredes intestinais se afrouxam, o intestino se torna mais permeável, o que pode permitir que bactérias e toxinas passem do intestino para a corrente sanguínea. A esse fenômeno dá-se o nome de intestino permeável.

Quando o intestino se encontra nessa condição e as bactérias e toxinas entram na corrente sanguínea, pode desencadear quadros de inflamação generalizada e até mesmo reação do sistema imunológico. No entanto, intestino permeável não é comumente diagnosticado na medicina tradicional. De fato, muitos profissionais negam que essa seja uma complicação real.

Muitos estudos mostraram que o aumento da permeabilidade intestinal está presente em várias doenças crônicas, especificamente distúrbios autoimunes. No entanto, ainda é insustentável provar que o intestino hiperpermeável é a causa principal de determinadas doenças.

Sintomas de intestino permeável

Os sintomas da síndrome do intestino permeável podem incluir:

  • Inchaço;
  • Sensibilidades alimentares;
  • Fadiga;
  • Problemas digestivos;
  • Problemas de pele.

De acordo com um estudo publicado em 2006, o intestino permeável pode ser a causa subjacente dos mais diversos tipos de condições, incluindo síndrome da fadiga crônica, enxaquecas, esclerose múltipla, fibromialgia, sensibilidades alimentares, complicações de tireoide, alterações de humor, condições da pele e até mesmo autismo.

No entanto, a literatura médica ainda é escassa em relação à síndrome do intestino permeável. Ainda assim, muitos profissionais médicos concordam que o aumento da permeabilidade intestinal, ou hiperpermeabilidade intestinal, existe em certas doenças crônicas.

Causas

A síndrome do intestino permeável ainda não é uma unanimidade médica, sendo assim, os profissionais ainda estão tentando determinar exatamente a sua causa motriz. No entanto, a partir dos resultados obtidos a partir de estudos que se debruçaram sobre o assunto, é possível afirmar que há uma proteína chamada zonulina, que é o único regulador conhecido da permeabilidade intestinal.

Quando essa proteína é ativada em pessoas geneticamente suscetíveis, pode causar vazamentos indesejados no intestino. Dois fatores que desencadeiam a liberação de zonulina são a presença de certos tipos de bactérias no intestino e no glúten, uma proteína encontrada no trigo e em outros grãos. Sendo assim, o consumo exacerbado de glúten pode ser um fator desencadeante para essa condição, sobretudo àqueles que já possuem predisposição ao quadro.

No entanto, é necessário considerar que alguns estudos mostraram que o glúten só aumenta a permeabilidade intestinal em pessoas com doenças como doença celíaca ou síndrome do intestino irritável.

Além dos fatores mencionados, ainda há outras possíveis causas associadas à hiperpermeabilidade intestinal, tais como:

– Consumo excessivo de açúcar

De acordo com Stephen Bischoff, médico e professor na Universidade de Hohenheim, na Alemanha, as dietas ricas em açúcar, além de serem pouco saudáveis – pois não apresentam fatores nutricionais relevantes – podem prejudicar a função protetora da barreira da parede intestinal.

– Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides

Simon Hogan, pesquisador em imunologia, aponta que o uso a longo prazo de anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, é um dos fatores que podem aumentar a permeabilidade intestinal e contribuir para o vazamento da parede intestinal.

– Ingestão excessiva de álcool

A ingestão excessiva de álcool também pode aumentar a permeabilidade intestinal, pois, a toxicidade hepática presente em que consome álcool frequentemente está associada a altos níveis sanguíneos de endotoxina. As endotoxinas são capazes de atravessar a mucosa lesada pela ingestão alcoólica e promover o afrouxamento das junções oclusivas.

– Deficiências nutricionais

As deficiências de vitamina A, D e zinco também são comumente implicadas no aumento da permeabilidade intestinal, como é possível verificar em um estudo publicado pela North American Society for Pediatric Gastroenterology and Nutrition.

– Inflamação

A inflamação crônica em todo o corpo pode contribuir para a síndrome do intestino permeável. O indivíduo torna-se ainda mais suscetível se apresenta casos de inflamação crônica.

– Mau funcionamento do intestino

Existem milhões de bactérias no intestino. Algumas delas são não apenas benéficas como essenciais para a manutenção do sistema digestivo. No entanto, existem as bactérias que são nocivas. Quando o equilíbrio entre essas bactérias é rompido, a função de proteção da barreira intestinal torna-se prejudicada.

Como melhorar a saúde do seu intestino

A síndrome do intestino permeável não é um diagnóstico médico oficial e, portanto, não existem tratamentos efetivos recomendados pela comunidade médica tradicional. No entanto, existem certos hábitos que você pode adotar visando melhorar sua saúde intestinal.

Uma das formas mais eficazes para se ter um intestino mais saudável é aumentar o número de bactérias benéficas nele.

Algumas medidas que podem melhorar a sua saúde intestinal incluem:

1. Limitar a ingestão de carboidratos refinados

Bactérias nocivas prosperam com açúcar, e a sua ingestão excessiva pode prejudicar a função da barreira intestinal.

2. Consumir probióticos

Probióticos são bactérias benéficas que ajudam no funcionamento intestinal. É aceito pela comunidade médica que os suplementos probióticos são benéficos para evitar e combater certas doenças gastrointestinais.

3. Consumir alimentos fermentados

Alimentos fermentados contêm probióticos que podem melhorar a saúde intestinal. Leite fermentado, kefir e iogurte natural são alguns exemplos.

4. Alimentos ricos em fibras

As fibras solúveis, encontradas em frutas, legumes e verduras, ajudam a alimentar as bactérias benéficas do intestino.

5. Limitar o uso de anti-inflamatórios

Como mencionado, o uso a longo prazo de anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, contribui para a síndrome do intestino permeável. Dessa forma, se você costuma consumir esse tipo de medicamento indiscriminadamente, pode ser saudável repensar seu consumo e utilizá-lo apenas se realmente for necessário.

Fontes e Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar da síndrome do intestino permeável? Acredita que possui esse problema, mesmo não sendo uma condição diagnosticada pelos médicos? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Síndrome do Intestino Permeável – O Que é e Como Tratar Aparece primeiro em Mundo Boa Forma