Saiba como evitar um AVC hemorrágico, que matou Tom Veiga

Nas últimas semanas, o Brasil perdeu um grande artista, que dava vida ao personagem tão conhecido Louro José, para uma doença que acomete milhares de brasileiros todos os anos, o AVC hemorrágico. 

Para se ter uma ideia, o AVC é a segunda causa de morte no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Sendo uma doença silenciosa e muitas vezes fatal, você precisa estar informado e saber como prevenir esta condição. Desta maneira, selecionamos algumas informações que podem ajudar você a descobrir a melhor forma de combater o AVC.

Neste caso, como em muitos outros, prevenir é o melhor remédio!

Entenda o que é o Acidente Vascular Cerebral

Para saber como prevenir este acidente, antes de mais nada, é preciso entender como ele funciona.

O Acidente Vascular Cerebral, mais conhecido como AVC, ocorre quando o suprimento de sangue que vai para o cérebro é interrompido ou reduzido de forma drástica. Como resultado, isto priva as células de oxigênio e de nutrientes.

Do mesmo modo, ele pode acontecer quando um vaso sanguíneo se rompe, causando uma hemorragia cerebral.

Entre as causas dessas ocorrências, estão a malformação arterial cerebral, mais conhecida como aneurisma, hipertensão arterial, cardiopatia, bem como a tromboembolia, que é um bloqueio da artéria pulmonar.

Nesse sentido, há dois tipos de AVC. O AVC isquêmico e hemorrágico.

O AVC isquêmico, por exemplo, se caracteriza pelo comprometimento de alguma artéria cerebral ou quando há uma obstrução na artéria. Como resultado, essa obstrução impede a passagem de sangue para o cérebro.

Quando isso ocorre, essa condição é chamada de isquemia.

Por outro lado, o AVC hemorrágico acontece quando há um rompimento de um vaso cerebral e há sangramento em algum ponto do sistema nervoso.

Conheça alguns fatores de risco do AVC

Primeiramente, quando se trata de AVC hemorrágico, a prevenção é a chave. É importante saber que existem alguns fatores que podem indicar uma chance maior de ocorrer um AVC.

Alguns fatores de risco para o AVC são:

  • Histórico familiar;
  • Pressão alta;
  • Colesterol elevado;
  • Diabetes;
  • Tabagismo;
  • Arritmias cardíacas (fibrilação atrial);

Sendo assim, se você tiver algum histórico na família ou acreditar que algum destes fatores possa contribuir para um AVC no seu caso, consulte um médico para realizar exames de rotina.

Sintomas

Antes de mais nada, o AVC é uma doença silenciosa. Desta forma, é importante que você conheça os sintomas e possa agir a tempo de conseguir ajuda.

Alguns sintomas de AVC são:

  • Fraqueza de um lado do corpo;
  • Dificuldade para falar;
  • Perda de visão;
  • Perda da sensibilidade de um lado do corpo;
  • Alterações motoras;
  • Paralisia de um lado do corpo;
  • Distúrbio de linguagem;
  • Distúrbio sensitivo
  • Alteração no nível de consciência.

Desta forma, assim que os sintomas aparecerem procure um médico! Quanto mais cedo o paciente for atendido, melhores são suas chances de sobrevivência e recuperação.

Saiba como prevenir um AVC

Como vimos, esta é uma doença silenciosa. Portanto, a prevenção é fundamental.

Acima de tudo, controle sua pressão. Isso é importante porque a hipertensão é um dos maiores fatores de risco, sendo responsável por mais de 50% dos casos.

Do mesmo modo, tenha uma alimentação saudável e reduza a gordura. Isto ajudará você a manter a pressão controlada. Ao mesmo tempo, é importante você controlar o consumo de açúcar.

avc

É importante também cuidar do seu coração e manter uma rotina de exames e check-ups em dia. Monitorar seu sistema cardíaco pode ajudar a cuidar da sua saúde e consequentemente se prevenir contra um AVC.

Outro ponto importante é reduzir o estresse. O estresse, além de aumentar sua pressão, pode  promover promove a agregação das plaquetas, que funcionam no sistema de coagulação. Como resultado, pode haver a arritmia cardíaca e a contração das artérias.

Igualmente fundamental é manter um estilo de vida saudável ao controlar a bebida, parar com o cigarro e cuidar do seu sono. Todas estas atitudes, portanto, podem contribuir para que você evite um AVC.

Além disso, cuidado ainda a pílula anticoncepcional. Esse método contraceptivo pode provocar trombose em mulheres com histórico de familiares.

Ou seja, cuide da sua saúde. Viva uma vida saudável e faça exames regulares. Deste modo, você estará evitando um AVC.

Você conhecia os sintomas do AVC? O que está fazendo para se prevenir? Conte para a gente nos comentários!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Saiba como evitar um AVC hemorrágico, que matou Tom Veiga Aparece primeiro em Mundo Boa Forma