Saiba como a hidratação é essencial para o seu pet

Manter o animal hidratado é fundamental para garantir bem-estar e saúde

A água é sinônimo de vida para todos os animais, sendo indispensável para viver e também manter o corpo funcionando. Por isso, é muito importante prestar atenção quanto à hidratação canina ou do gato, pois esse hábito é capaz de mantê-los saudáveis e livres de doenças. 

Neste texto, entenda a importância da hidratação e saiba como identificar se o seu companheiro está desidratado, além de conferir dicas para estimulá-lo a beber mais água.

Qual a importância da hidratação?

Assim como no caso dos seres humanos, a hidratação também é fundamental para os pets domésticos, como cães e gatos. É por meio dela que os órgãos podem trabalhar em um ritmo saudável, sem perder energia ou forçar o seu funcionamento.

Nos dias mais quentes, a hidratação é ainda mais imprescindível, uma vez que o animal tende a se desgastar mais e perder mais nutrientes para manter o corpo funcionando corretamente. Além disso, a hidratação contínua garante que o animal não tenha problemas de saúde graves, como desidratação e problemas nos rins.

Como saber se o animal está desidratado?

Para evitar o cenário de desidratação, é importante ficar de olho nos sinais que o seu pet apresenta. Por exemplo, no caso dos cachorros, os sintomas da desidratação incluem fraqueza, colapso do corpo, olhos fundos e gengivas secas.

Uma boa técnica que pode ser feita para identificar esse quadro no cão é puxar, com pouca pressão, a pele atrás do pescoço. Estique e solte-a. Em um cão bem hidratado, ela vai voltar rapidamente ao lugar. Entretanto, se ela volta lentamente, é um sinal de que o animal pode estar desidratado.

No caso do gato, os sinais que indicam desidratação são respiração ofegante, apatia, boca seca e olhos fundos. O dono também pode pressionar a gengiva do felino e perceber se há demora para a região voltar ao normal — em caso positivo, é um indício da desidratação.

A desidratação pode ser causada por diversos motivos. Ele pode estar assim por perder muito líquido por causa de vômito ou diarreia, por estar se sentindo enjoado ou letárgico ou ser resultado de uma doença subjacente, como febre ou insolação. Ainda há a possibilidade dele estar assim por estar fazendo urina com mais frequência e em volumes maiores, algo que ocorre se ele sofrer com diabetes ou insuficiência renal.

Como estimular o pet a se hidratar?

Para evitar problemas causados pela hidratação, é importante oferecer formas para que ele possa beber água com frequência. Mais do que isso: é importante ensiná-lo a fazer isso por conta própria e com regularidade, condicionando-os a beber água. Felizmente, há algumas dicas que ajudam nesse processo.

Disponibilize vasilhas em lugares visíveis e com água fresca

Uma dica simples e muito importante é colocar vasilhas com água fresca em um lugar visível e de fácil acesso para o animal. Isso faz com que ele se “lembre” de tomar água ao longo do dia. Caso contrário, ele pode nem sentir falta — já que não saberá “dizer” ao tutor que está com sede.

 

Para facilitar, é indicado que as vasilhas estejam em locais que o pet trafega e conviva todos os dias. É ideal ter mais de uma para incentivá-los a experimentar, já que o cachorro pode simplesmente enjoar de beber sempre no mesmo lugar. No caso do gato, muitas vezes ele pode ter preguiça de ir até outro cômodo beber água. Agora, se as vasilhas estiverem espalhadas pela casa, ele ficará mais compelido a se hidratar.

Aposte em águas saborizadas

Em alguns casos, é importante encontrar alternativas para que o animal sinta mais vontade de beber água, sem que você tenha que forçar isso nele. Uma alternativa é utilizar águas saborizadas ou até a própria água de coco, que é mais doce e saborosa e ainda possui uma função isotônica, que também é benéfica para a saúde.

 

Porém, essa tática deve ser usada com moderação, pois tanto a água de coco como as saborizadas não substituem a natural.

Tenha uma fonte de água em casa

Se você tem um gato em casa, é recomendado ter uma fonte de água na sua residência. Eles adoram água corrente e a presença delas é uma forma de  incentivá-los a beber mais. Para isso, procure por uma fonte elétrica apropriada para pets, já que as fontes decorativas não são uma boa indicação para essas situações.

Hidrate o animal durante o passeio

Caso vá passear com seu animal, principalmente se tiver um cachorro, leve uma garrafa de água junto. Ao praticar atividades físicas, mesmo que seja uma caminhada, eles tendem a perder mais líquido e, consequentemente, ficarem com sede. Com uma garrafinha de água em mãos, você garante que ele se hidrate de maneira adequada e com higiene.

Magazine Notícias

Autor do blog Magazine notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *