Qual é o Melhor Leite para Diabéticos?

Pessoas com diabetes procuram saber qual o melhor leite para diabéticos, pois elas precisam fazer adequações em seus cardápios para regular os níveis de açúcar no sangue.

A diabetes é uma doença crônica que, após
tipificada adequadamente por um profissional, deve ser tratada. O organismo de
um indivíduo acometido por esse quadro não produz ou utiliza adequadamente o
hormônio insulina.

Esse é um hormônio importante, pois, cabe a
ele o controle dos níveis de glicose, ou seja, de açúcar, na corrente
sanguínea. Além disso, ele é necessário para garantir que a glicose obtida via
alimentação seja convertida em energia.

Ocorre, no entanto, que o leite integral de
vaca, o mais comumente consumido, possui glicose, que, ao entrar em contato com
a corrente sanguínea, pode desencadear a hiperglicemia, causando certos
impactos negativos à sua saúde.

O fato é que se você é diabético, mas não
quer restringir o consumo de leite, há opções saudáveis que podem ser ingeridas
sem causar os tais impactos.

Diabético Pode Consumir Leite?

O leite de vaca é uma usualmente consumida por crianças e idosos, pois é fonte de cálcio e, portanto, auxilia no desenvolvimento da saúde óssea e dental.

Pessoas com diabetes também precisam desses
nutrientes para se manterem saudáveis e garantirem a manutenção de seus
organismos.

No entanto, a bebida é também fonte de
açúcar próprio do leite, conhecido como lactose. Isso quer dizer que nem todas
as opções de leite podem ser benéficas à saúde dos diabéticos.

Para poder consumir a bebida de maneira
saudável, é preciso observar fatores como os níveis de açúcar, carboidratos e
gorduras saturadas, que podem piorar o quadro de saúde de quem os consome.

Neste compilado você irá conhecer as opções
mais adequadas para suprir suas necessidades nutricionais sem afetar
negativamente sua saúde com os efeitos colaterais que muitas vezes podem
ocorrer. Conheça as melhores opções de leite para diabéticos:

Leite Desnatado ou Semidesnatado

Diabetes é um fator de risco para doenças cardiovasculares diversas como AVC, infarto e derrame. No entanto, isso pode ser controlado adotando uma alimentação saudável para a sua condição e fazendo o tratamento corretamente.

Limitar o consumo de gordura saturada é
algo que deve ser objetivado pelo diabético, e substituir o leite integral pelo
desnatado é uma boa forma de conseguir isso.

Enquanto uma xícara de leite integral
apresenta, em média, 149 calorias e 5 gramas de gordura saturada, uma xícara de
leite desnatado possui 83 calorias e apenas 0,1 grama de gordura saturada.

No entanto, as versões desnatadas da bebida
tendem a ser mais ralas do que a versão integral. Se você preferir uma opção um
pouco mais encorpada, pode dar preferência ao leite semidesnatado.

Esse, por sua vez, apresenta 102 calorias
por xícara consumida, com 1,5 gramas de gordura saturada, em média. Ainda assim
continua sendo uma opção consideravelmente mais saudável do que a versão
integral, para o diabético.

Leite de Soja

Se você prefere opções alternativas ao leite de vaca, ou se tem intolerância à lactose, então você pode recorrer ao leite de soja, que continua sendo saudável para quem tem diabetes.

Em termos nutricionais, uma xícara dessa
bebida fornece, em média, 131 calorias, 4 gramas de açúcar e 0,5 gramas de
gordura saturada.

De acordo com um estudo publicado no Journal of Renal Nutrition, ao comparar
o consumo de leite de vaca com o leite de soja, constatou-se que a versão feita
a partir dos grãos de soja foi capaz de melhorar consideravelmente a pressão
arterial em pacientes diabéticos com nefropatia.

Ocorre que essa variedade não possui a
quantidade adequada de cálcio para suprir as demandas nutricionais do
organismo. Por isso, ao optar por ele, procure pelas versões enriquecidas com
esse mineral.

Leite de Amêndoas

O leite de amêndoas oferece várias
propriedades benéficas à saúde, inclusive de diabéticos. As amêndoas são ricas
em gordura saudável, fibras e proteínas, mas o índice de açúcar e carboidrato é
baixo, sendo uma opção interessante a ser incorporada aos cardápios com
restrições, além de ser uma versão alternativa para quem busca perder peso.

O leite de amêndoa, em si, não é capaz de
reverter o diabetes, muito menos substituir o tratamento médico específico a
você. No entanto, ele pode ser substituto para o leite integral de vaca,
integrando uma dieta nutritiva e sem os riscos que o alto teor de carboidratos
pode oferecer.

Uma xícara de leite de amêndoa sem ser
adoçado contém 3,43 g de carboidratos e 2,12 g de açúcares, uma quantidade
mínima se comparado à versão integral do leite de vaca.

Estudos vêm mostrando o papel das amêndoas
no tratamento de certas doenças, como o diabetes.

Em uma revisão de estudos publicada em 2017
por Marta Gaush-Ferré, nutricionista pesquisadora de Harvard, constatou-se a
relação que há entre esse alimento e a redução de riscos de doenças cardíacas e
coronárias.

Leite de Coco

Quando se fala em leite de coco, é possível considerarmos duas variedades, a versão mais espessa, normalmente utilizada para confecção de doces e sobremesas, e a versão mais líquida e fluida, normalmente com mais água em sua composição, que pode ser comprada pronta para beber.

Essa segunda versão pode ser consumida de
maneira saudável por diabéticos, pois apresenta uma tabela nutricional
semelhante à do leite semidesnatado.

No entanto, esse tipo de leite também não
contém quantidades significativas de cálcio, e por isso você deve recorrer a
outras fontes desse mineral ou suplementação para garantir que seu organismo
desenvolva a performance esperada. No entanto, suplementação, de maneira geral,
deve ser feita sob prescrição médica ou de profissionais da nutrição.

Leites a Serem Evitados

Agora que você sabe quais são as opções
interessantes a integrar o cardápio de quem tem diabetes, é importante conhecer
as versões a serem evitadas, a fim de garantir o controle dos níveis de açúcar
na corrente sanguínea.

Leite Achocolatado

Leites achocolatados são itens de interesse
principalmente das crianças, mas devem ser evitados quando se trata de
diabéticos. Isso se deve à grande quantidade de açúcar que é encontrado na
composição dessa variedade.

Existem opções com teor reduzido de açúcar,
porém muitas vezes não são fáceis de encontrar. Caso o leite achocolatado seja
impressindível, convém comprar o chocolate em pó (com adição reduzida de açúcar
ou sem açúcar) e adicionar ao leite de escolha.

Leite Integral de Vaca

A versão integral do leite de vaca é fonte de gordura, carboidratos e açúcares, tudo que deve ser evitado no cardápio de quem procura um leite para diabéticos.

Mas se você não abre mão do leite de origem
animal, você pode dar preferência à versão desnatada ou semidesnatada, que
oferece uma tabela nutricional muito mais interessante, com menores índices de
gordura.

Planejamento de Refeições Para Diabéticos

Se você costuma ficar em dúvida na hora de se
alimentar e consumir leite, pois precisa fazer certas restrições e, ao mesmo
tempo, se certificar que está consumindo a quantidade adequada de nutrientes,
então você pode seguir algumas dicas interessantes de planejamento de
refeições, que são:

Contagem de Carboidrato

O carboidrato é algo que deve ter seu
consumo diminuído por quem tem diabetes, pois, ao ser ingerido, é convertido em
açúcar na corrente sanguínea. Sendo assim, é importante planejar com seu
nutricionista ou médico especializado a quantidade aceita ao dia, pois isso
dependerá do seu quadro.

Uma xícara de leite de vaca desnatado
possui, em média, 12 gramas de carboidratos. Já a versão feita a partir da soja
possui apenas 4 gramas.

Com base na tabela nutricional dos leites,
o nutricionista irá compor um cardápio interessante que não prejudique sua
saúde e forneça os nutrientes necessários ao pleno funcionamento de seu
organismo.

Índice Glicêmico

O índice glicêmico é algo que deve ser
acompanhado por quem tem diabetes, já que ele é capaz de aumentar, em instantes,
os níveis de glicose no sangue.

Dessa forma, uma xícara de leite de vaca
desnatado possui índice glicêmico de 37, e carga glicêmica de 4, em média.

Alimentos e bebidas com índice glicêmico
inferior a 55 são considerados saudáveis a serem consumidos por diabéticos pois
esse é um valor de referência considerado baixo.

Seja qual for a opção da bebida escolhida,
é sempre importante assegurar que haja o consumo adequado de cálcio, se não
pelo leite, por meio de outras fontes, pois dessa forma a saúde do tecido ósseo
e os dentes é beneficiada.

É possível encontrar muitas opções de leite para diabéticos enriquecidos com cálcio e outras vitaminas. Atente-se a esse detalhe para não ficar com deficiência desse mineral.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia qual o melhor leite para diabéticos? Pretende aderir? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Qual é o Melhor Leite para Diabéticos? Aparece primeiro em Mundo Boa Forma