Olhos secos – Causas e tratamento

Olhos secos podem incomodar bastante e até prejudicar as atividades cotidianas. Veja aqui quais são as causas dos olhos secos e o tratamento para a condição.

Sentir os olhos secos é comum em certas situações. Por exemplo, quando o clima está muito seco ou quando o ar condicionado está ligado, é normal a irritação e a vermelhidão nos olhos. No entanto, se a secura é frequente, é importante ficar atento.

A falta de lubrificação nos olhos é a principal causa de olhos secos. Além de ser ruim, os olhos secos podem causar visão borrada e outros problemas de visão.

A longo prazo, a síndrome dos olhos secos pode ocorrer e tornar a secura nos olhos um problema crônico.

Os sintomas que surgem junto com os olhos secos podem incluir, por exemplo:

  • Ardência ou queimação;
  • Coceira nos olhos;
  • Sensibilidade à luz;
  • Olhos vermelhos;
  • Dificuldade para dirigir à noite;
  • Corpo estranho nos olhos;
  • Desconforto ou dificuldade para usar lentes de contato;
  • Olhos lacrimejantes;
  • Desconforto para ver tv ou para olhar para telas;
  • Visão turva;
  • Fadiga ocular.

Causas de olhos secos

olho seco e irritado

A lágrima humana é uma mistura complexa que contém água, muco e ácidos graxos. Para que o olho fique lubrificado e protegido, é importante que a produção de lágrimas seja boa.

Além disso, há outras causas como o envelhecimento e doenças pré-existentes que podem causar o olho seco. Veja abaixo quais são elas:

Composição inadequada da lágrima

Certamente, ingredientes complexos compõem a lágrima. Dessa forma, qualquer alteração em sua composição pode causar a secura nos olhos.

A obstrução das glândulas lagrimais meibomianas, por exemplo, é uma dessas causas. Essas glândulas ficam na borda das pálpebras e liberam um óleo importante para a formação da lágrima.

Quando há uma obstrução nas glândulas, elas não liberam a quantidade certa de óleo. Assim, a composição da lágrima é afetada e os olhos podem ficar irritados e secos.

Algumas causas da obstrução dessas glândulas incluem a blefarite (inflamação na borda das pálpebras), além de doenças de pele como a rosácea.

Produção insuficiente de lágrimas

A ceraconjuntivite seca é a redução da produção de lágrimas. A produção natural de lágrimas reduz com o envelhecimento. Além disso, outras causas possíveis são:

  • Lesão na glândula lacrimal;
  • Cirurgia ocular a laser;
  • Condições médicas como diabetes, artrite reumatoide, lúpus, problemas na tireoide, falta de vitamina A, esclerodermia e síndrome de Sjögren;
  • Uso de remédios como, por exemplo, anti-histamínicos, descongestionantes, antidepressivos, contraceptivos e remédios usados no controle da acne, hipertensão e distúrbios neurodegenerativos.

Alta evaporação de lágrimas

Há casos em que o olho seco é diretamente impactado pelas condições ambientes, de trabalho ou da própria estrutura ocular.

As causas mais comuns de perda lacrimal pela evaporação são:

  • Expor-se ao vento, fumaça ou baixa umidade do ar;
  • Realizar atividades que fazem você piscar menos, como ler, dirigir ou usar a tela do computador ou celular por muito tempo;
  • Ter problemas relacionados ao formato das pálpebras como o ectrópio (pálpebras dobradas para fora) e o entrópio (pálpebras dobradas para dentro).

Fatores de risco

Idade

Depois que envelhecemos, parte da lubrificação da superfície ocular se perde. É por isso que ter mais de 50 anos de idade pode aumentar o risco de olhos secos.

Sexo

De acordo com as estatísticas, as mulheres sofrem mais com aos olhos secos do que os homens. De fato, o uso de anticoncepcionais, a gravidez e a menopausa podem ter relação com a qualidade da lágrima das mulheres.

Uso de lentes de contato

É provável que as lentes de contato também deixem os olhos secos e irritados. Aliás, quanto mais horas você passa usando lentes de contato, maior é o risco de sofrer com a secura.

Clima seco

Visto que o clima tem grande influência na lubrificação dos olhos, é importante se proteger ao ar livre.

Tempo seco, excesso de exposição ao sol forte e ventania, por exemplo, podem elevar as chances de ter olhos secos.

O que fazer

O olho seco não tratado causa complicações e danos ao longo da vida, como:

  • Infecções oculares;
  • Lesões na córnea;
  • Dificuldade para ler e dirigir, por exemplo.

Dessa forma, é melhor consultar um bom oftalmologista para tratar a causa dos olhos secos.

Remédios

A depender da causa dos olhos secos, um oftalmologista pode sugerir o uso de um dos seguintes remédios:

Colírios anti-inflamatórios

A ciclosporina (Restasis) é um colírio para olho seco muito usado para reduzir a inflamação na superfície dos olhos.

Colírios corticosteroides são anti-inflamatórios um pouco mais fortes que também podem ser usados.

Lágrimas artificiais

Os lubrificantes oculares ou lágrimas artificiais ajudam a lubrificar os olhos e diminuir a secura. A hidroxipropilcelulose (Lacrisert), por exemplo, é um colírio desse tipo.

Plugues de silicone

Os plugues de silicone são usados para tampar os dutos lacrimais, que fazem a drenagem das lágrimas.

Eles podem ser aplicados para fechar parcial ou totalmente esses dutos. De fato, parar a drenagem faz com que seus olhos fiquem lubrificados por mais tempo.

Outros tratamentos para olhos secos

A vitamina A e o ômega 3 são nutrientes que contribuem com a composição das lágrimas.

Assim, se você tiver deficiência em algum deles, comer mais alimentos ricos em vitamina A e ômega 3 pode ajudar a tratar os olhos secos.

A saber, alimentos com muita vitamina A incluem a cenoura, o brócolis e o fígado. Por sua vez, o ômega 3 é encontrado em peixes, óleos vegetais e nozes.

A troca de lentes de contato por tipos menos agressivos e mais úmidos, por exemplo, também pode auxiliar no tratamento.

Além disso, se a causa do olho seco é uma condição pré-existente (como uma deficiência nutricional, por exemplo) é importante tratar a causa.

Há ainda outras opções. Converse com seu oftalmologista sobre os tipos de colírios que sejam bons para o seu caso.

Mudanças no estilo de vida e dicas de prevenção

Embora possam existir causas médicas para os olhos secos, a maioria delas é apenas pequenos problemas no estilo de vida.

Sentir o olho seco de manhã, por exemplo, pode ser resultado do uso de ventilador ou do ar condicionado durante a noite.

Já o olho seco à noite pode ser resultado de tudo que você fez durante o dia: como usar o celular e não fazer pausas no trabalho, por exemplo.

De fato, observar a sua rotina e o que pode estar influenciando a secura dos seus olhos é um exercício fundamental.

A partir dessas observações, você pode implementar algumas mudanças, como por exemplo:

  • Beber mais água;
  • Descansar os olhos das telas, especialmente algumas horas antes de dormir;
  • Piscar mais vezes;
  • Umidificar o ambiente quando o clima estiver seco;
  • Usar óculos de sol ao ar livre;
  • Evitar o fumo;
  • Alimentar-se melhor.

Fique atento à sua saúde ocular

Por fim, os olhos são muito sensíveis e precisam de cuidado. Por isso, não espere o seu olho seco piorar para buscar atendimento médico.

Aos primeiros sinais de desconforto, irritação e secura, vá até o oftalmologista, pois quanto antes você iniciar o tratamento dos olhos secos, mais fácil será controlar a condição.

Fontes e referências adicionais:

Você já teve problemas com olhos secos? Fez o quê para melhorar? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Olhos secos – Causas e tratamento Aparece primeiro em Mundo Boa Forma