Physical Address

304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

O que fazer para amenizar os efeitos do calor no organismo?

Durante as altas temperaturas, é importante seguir algumas recomendações para diminuir os riscos de insolação e desidratação

Nas últimas semanas, e mesmo durante a primavera, o Brasil vem sendo afetado por ondas intensas de calor em todas as regiões do país. Entretanto, o aumento da temperatura exige bastante do corpo humano e, por conta disso, o correto é sempre ficar de olho para evitar os quadros de desidratação, insolação e, em situações mais graves, até problemas no sistema circulatório. 

Caso contrário, o indivíduo pode sofrer com a chamada hipertermia, causando colapsos que, se não tratados da maneira adequada, resultam em morte. Assim, além de instalar um ar-condicionado no escritório e ingerir bastante água ao longo do dia, existem mais algumas recomendações que merecem estar em nosso radar. 

Não sabe quais são elas? Tudo bem! Para te ajudar ao longo da estação, preparamos um conteúdo exclusivo com todas as indicações de especialistas que devem fazer parte da sua rotina. Continue acompanhando e saiba, de uma vez por todas, como colocá-las em ação.

Hidrate-se muito bem

A primeira recomendação para quem deseja minimizar os efeitos do calor é, sem dúvida, investir na boa hidratação. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os adultos devem consumir, aproximadamente, dois litros de água diariamente. 

Já o Ministério da Saúde informa que crianças, idosos e indivíduos com algum tipo de comorbidade devem receber atenção redobrada, uma vez que, em algumas situações, essas pessoas podem não saber comunicar que estão sentindo sede. 

E não só isso! Além da água mineral, existem outros líquidos saudáveis que podem ser ingeridos a fim de garantir mais saúde e bem-estar. Nessa lista, destacamos os sucos naturais, os chás gelados e a água de coco. 

Cuidado com o álcool

Se, de um lado, os especialistas sugerem ingerirmos uma boa quantidade de líquidos durante o verão; do outro, é preciso evitar o consumo de bebidas alcoólicas. 

Apesar de se tratar de algo refrescante, especialmente se estiver gelado, tal composição contribui e muito! com a desidratação corporal, removendo as moléculas de água presentes em nosso sistema digestivo. 

Fora isso, os alimentos com alta concentração de sódio e condimentos costumam prejudicar o equilíbrio mineral do organismo no decorrer dos dias bem quentes. Portanto, todo cuidado é pouco!

Aposte no uso de roupas leves e fresquinhas

No verão, tudo o que mais queremos é vestir looks fresquinhos, que sejam confortáveis e facilitem a respiração da pele. 

Dito isso, a indicação é optar por trajes confeccionados com fibras naturais, como é o caso do linho e do algodão. Versáteis e igualmente estilosos, esses trajes promovem a ventilação e permitem a absorção de suor, tornando o seu uso muito mais agradável. 

Outro cuidado bacana é preferir os modelos pautados por tons clarinhos, como o branco, o off-white, o bege e os tons pastel. Isso porque eles acumulam bem menos energia luminosa, que, posteriormente, será convertida em calor. 

Evite se expor tanto ao sol

Vamos falar a verdade? No calor, sentimos muita vontade de curtir bons momentos ao ar livre — ainda mais se estivermos na praia ou no campo. 

Porém, é preciso ter cautela com o sol e, sempre que possível, utilizar as chamadas “barreiras de proteção”, que nada mais são do que certos acessórios que minimizam o impacto da radiação no corpo. Como exemplo, destacamos os bonés, os chapéus, as viseiras, as sombrinhas, os guarda-sóis e por aí em diante. 

Quer mais uma sugestão? O ideal é evitar se expor ao sol em horários específicos, principalmente entre 10h e 16h. Nesse período, a radiação solar se encontra mais forte ainda, lesionando as células da derme e, com isso, aumentando o risco do corpo desenvolver câncer. Fique de olho!