Melão Dá Gases?

Melão

Confira se o melão dá gases ou se esse não é um dos efeitos colaterais esperados ao consumir essa fruta em sua dieta.

Por mais que estejamos cansados de saber que as frutas são importantes para a saúde, não é todo mundo que gosta de todos os tipos de frutas. Tomemos como exemplo o melão. Você gosta do alimento ou não?

Se a resposta foi positiva, muito bom. Se foi negativa, que tal dar uma chance a ele? Isso porque o alimento serve como fonte de nutrientes como a vitamina C, carboidratos, fibras, cálcio, potássio, vitamina A e vitaminas do complexo B. Por conta disso é que existem tantos benefícios do melão para a saúde e boa forma.

No entanto, será que mesmo fornecendo essas substâncias benéficas ao corpo humano, o melão não pode provocar uma espécie de efeito colateral como a flatulência ao ser consumido?

Você já ouviu falar que o melão dá gases? Será que isso tem alguma base?

Bem, o melão está classificado dentro do grupo de alimentos que podem provocar a flatulência exagerada.

Segundo informações, o melão é uma das frutas fermentativas que devem ser evitadas pelas pessoas que sofrem com problemas com os gases. Até mesmo um documento do Hospital Pró-Cardíaco o indicou como uma das frutas que podem estar associadas à produção da flatulência.

Por outro lado

A Fundação Internacional para Distúrbios Gastrointestinais (IFFGD), apresentou o melão cantalupo – uma variedade da fruta que pode ser conhecida ainda pelo nome de meloa – como um dos alimentos com menor propensão para causar os gases.

Já de acordo com informações de um documento da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, intitulado “Dicas úteis para controlar os gases”, o melão cantalupo ou melão faz parte do grupo de alimentos que provoca uma quantidade normal de gases.

A hipótese da combinação do melão com outros alimentos

Existem pessoas que acreditam que o melão deve ser consumido de maneira isolada ou somente na companhia de outras frutas frescas.

Os melões são muito fáceis de serem digeridos graças ao fato de serem ricos em água.

Em cima disso, foi levantada a hipótese de que quando uma pessoa consome a fruta juntamente com outros tipos de alimentos como grãos integrais, produtos laticínio ou carne – conhecidos por demorarem mais para serem digeridos – o melão é obrigado a passar um tempo ali no estômago, enquanto os outros alimentos passam pelo processo de digestão.

Qual o problema disso? De acordo com a publicação, acredita-se que esse circuito de espera faça com que o melão fermente e, consequentemente, provoque a desagradável flatulência.

No
entanto, informações neste sentido foram encontradas em páginas na internet a
respeito da combinação de alimentos e nem tanto em dados científicos. Portanto,
não temos como concluir que essa hipótese seja realmente verdadeira.

Cada um é cada um

Precisamos lembrar que cada organismo é diferente – ou seja, se o melão dá gases para uma pessoa, isso não significa que ele vai necessariamente provocar a flatulência em outra. Os alimentos que estimulam os gases podem variar de indivíduo para indivíduo.

Antes de desistir do melão por achar que ele provoca gases

É aconselhável que você converse com um médico e/ou um nutricionista para se certificar de que você realmente deve fazer isso. Tal cuidado é importante para que ao cortar o alimento, você não deixe de fornecer ao seu organismo as doses dos nutrientes encontrados na composição da fruta.

Se
o profissional de saúde indicar que realmente vale a pena fazer isso, ele
saberá indicar um alimento que possa servir como um substituto do melão no
ponto de vista nutricional.

Lembre-se de que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as recomendações qualificadas de um médico e de um nutricionista.

Não podemos jogar a culpa somente na alimentação

Mais
do que saber se o melão dá gases, é importante que a gente conheça quais outros
fatores – não apenas aquilo que a gente come e bebe durante as nossas refeições
– podem interferir na produção de gases no organismo.

O PhD e professor clínico associado de nutrição da Universidade de
Nova Iorque, nos Estados Unidos, Charles Mueller explicou que os gases que
soltamos não são produzidos somente pelos alimentos que consumimos, mas também
pelo ar que engolimos, que acaba passando pelo trato gastrointestinal.

No mesmo sentido, o gastroenterologista, professor clínico associado de medicina da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e PhD David Poppers esclareceu que os gases são uma combinação entre dois fatores: o ae que engolimos, ao comer rápido demais, e o alimento que consumimos.

A nutricionista Abby Langer explicou ainda que doenças
gastrointestinais sérias também podem ser a principal causa dos gases. Eles
ainda podem estar relacionados ao uso de alguns medicamentos e a problemas na
flora intestinal, completou a especialista.

“Para aqueles que não têm um problema de fundo (para provocar os gases, como as doenças gastrointestinais), a quantidade de gases que nós temos está diretamente relacionada com a quantia de alimento e/ou ar não digerido no nosso cólon. Se estamos comendo coisas que o nosso corpo não está decompondo, nós vamos ter gases”, completou Langer.

Ainda que seja constrangedora, a flatulência é uma função normal
do corpo, completou o PhD Charles Mueller. Ele alertou ainda que devemos nos
preocupar mais quando não estivermos soltando gases do que quando a flatulência
aparecer.

Mueller orientou também a procurar o auxílio médico quando
ocorrerem mudanças nos hábitos intestinais que não se resolvem sozinhas como
cólicas, inchaço, prisão de ventre, diarreia, não ter flatulência alguma ou o
aparecimento de muitos gases

Fontes e Referências Adicionais:

Você já percebeu que comer melão dá gases para você? Consome com frequência esta fruta? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Melão Dá Gases? Aparece primeiro em Mundo Boa Forma