Jantar cedo pode ser melhor para a saúde, diz estudo!

Jantar tarde tem uma relação com o ganho de peso e com níveis altos de açúcar (glicose) no sangue, apontou um estudo recente. Ele teve sua publicação no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (Jornal de Endocrinologia e Metabolismo Clínico, tradução livre).

E isso independente de ser a mesma refeição que a pessoa comeria se o jantar fosse mais cedo. Um dos autores do estudo, Jonathan Jun, e sua equipe, conhecia pesquisas que sugeriram uma associação entre jantar tarde e a obesidade.

Mas como associação não significa causa, eles quiseram entender se comer tarde realmente causa mudanças no metabolismo que promovem a obesidade. Ele também é professor-associado de medicina da Universidade Johns Hopkins.

O andamento do estudo

Os pesquisadores analisaram 20 voluntários saudáveis – 10 homens e 10 mulheres – para descobrir como os seus organismos lidavam com um jantar às 22h, em vez das 18h. Fora isso, todos foram dormir às 23h.

Ao mesmo tempo, participantes usaram monitores de atividade e tiveram amostras de sangue constantemente coletadas.

Além disso, comeram alimentos com marcadores não radiativos para medir o metabolismo de gorduras e passaram por estudos do sono e análises de gordura corporal.

Então, eles verificaram que os que comeram mais tarde tiveram picos de glicose quase 20% maiores e uma redução da queima de gorduras em aproximadamente 10%. Isso em comparação ao que jantaram cedo.

Conforme a primeira autora do estudo e pesquisadora de pós-doutorado da Johns Hopkins, Chenjuan Gu, os efeitos vistos nos voluntários saudáveis podem ser mais expressivos em pessoas com obesidade ou diabetes. Essas têm um metabolismo problemático.

Entretanto, a regra não valeu para todos

Comer

Por outro lado, os pesquisadores observaram que nem todos reagiram da mesma forma ao jantar tarde. Conforme Jun, o grupo de participantes que tinha costume de dormir mais cedo tiveram os piores resultados ao comer tarde.

Já as pessoas noturnas que comiam duas ou três da manhã pareceram não se afetar pela mudança na refeição. “Há diferenças no metabolismo das pessoas que as tornam mais vulneráveis ou não as intimida”, explicou.

Desdobramentos

De acordo com a nutricionista e gerente de um programa de prevenção da obesidade da Universidade Villanova, Lisa Diewald, o estudo traz informações úteis para guiar os hábitos alimentares.

De acordo com Diewald, a pesquisa lembra que cultivar hábitos alimentares levando em conta não apenas o conteúdo e tamanho da refeição, mas também o horário, pode influenciar o risco de doenças crônicas. Tais como diabetes e doença cardíaca.

A nutricionista ressaltou que o jantar costuma ser a refeição mais calórica de muitos adultos, já que pessoas ocupadas costumam comer correndo no café da manhã e almoço.

“Isso pode te deixar ansiando por uma grande refeição tarde da noite. O que, como o estudo destaca, pode resultar em algumas dificuldades com o metabolismo da gordura ou glicose. Mesmo em jovens com um peso saudável”, completou Diewald.

Para evitar comer demais tarde da noite, ela recomenda fazer um lanchinho proteico. Por exemplo, iogurte grego com nozes no final da tarde, quando souber que vai chegar tarde em casa. Isso serve para controlar um pouco o apetite!

Outra orientação da nutricionista é procurar fazer a maior refeição do dia no café da manhã ou no almoço. Que tal?

Fontes e referências adicionais:

Você costumar jantar cedo ou tarde? Vai mudar de hábito devido às descobertas do estudo? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Jantar cedo pode ser melhor para a saúde, diz estudo! Aparece primeiro em Mundo Boa Forma