Hábitos Saudáveis ​​Costumam Ser Deixados de Lado Após Pacientes Iniciarem Medicamentos para o Coração, Diz Estudo

Remédio para coração

Algumas pessoas deixam hábitos saudáveis ​​caírem no esquecimento depois de iniciarem medicamentos para colesterol alto ou pressão alta, segundo um novo estudo.

Dos mais de 41.000 finlandeses de meia-idade que participaram do estudo, aqueles que começaram a tomar medicamentos para colesterol ou remédios para pressão alta tinham maior probabilidade de parar de se exercitar ou de ganhar peso nos anos seguintes.

O estudo não prova que os medicamentos, por si só, tornam as pessoas relaxadas com o estilo de vida, disse a pesquisadora principal Maarit Korhonen, professora adjunta da Universidade de Turku, na Finlândia, mas os resultados sugerem que os médicos devem fazer um trabalho melhor ao enfatizar a importância de hábitos saudáveis.

É muito importante ressaltar que esses medicamentos são eficazes, mas não eliminam a necessidade de dieta e exercício saudáveis.

Hábitos saudáveis, na realidade, ​​podem ajudar as pessoas a manter suas doses de medicamentos mais baixas, o que pode limitar efeitos colaterais, ou até mesmo eliminar a necessidade de uso dos mesmos no futuro.

Ainda mais importante, comer alimentos nutritivos e fazer exercícios físicos melhora a saúde geral de várias maneiras – do controle de peso à própria redução da pressão sanguínea, do colesterol e do açúcar no sangue.

No entanto, parece que os pacientes que tomam esses remédios não estão levando em conta essas diretrizes.

O estudo, publicado no Journal of American Heart Association, envolveu 41.225 adultos finlandeses com 40 anos ou mais.

Durante 13 anos, os participantes foram pesquisados ​​pelo menos duas vezes sobre seus hábitos de vida e seu peso. A equipe de Korhonen também rastreou novas prescrições de medicamentos.

Em média, as pessoas que começaram a tomar medicamentos para colesterol (estatinas) ou para pressão arterial haviam ganhado mais peso no momento em que foram pesquisados ​​novamente em comparação com aqueles que ficaram não começaram a tomar esses medicamentos. 

Suas chances de se tornarem obesas eram 82% maiores, disseram os pesquisadores.

Os próprios usuários de medicamentos relataram uma queda nos níveis de atividade diária – eram 8% mais propensos a se tornar sedentários, enquanto os que não os tomavam mantiveram-se constantes na sua rotina de exercícios físicos.

No entanto, vale registrar que também houve boas notícias: as pessoas que começaram a tomar medicamentos tinham 26% mais chances de parar de fumar e, em média, reduziram a ingestão habitual de álcool.

Vale ressaltar que o tabagismo é um importante fator de risco para doenças cardíacas e um hábito difícil de quebrar. Portanto, aproveite e confira dicas de como parar de fumar naturalmente, se essa é uma dificuldade pela qual você passa.

Como já abordamos, o estudo foi realizado na Finlândia e não está claro se os resultados se traduziriam em outros países, observaram os autores. Porém, algumas pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos e na Coréia encontraram resultados semelhantes.

Você já precisou tomar medicamentos para pressão alta ou colesterol? Quando iniciou o tratamento, percebeu que os hábitos saudáveis estavam sendo deixados de lado? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

from MundoBoaForma.com.br https://ift.tt/2SjTJk4
via IFTTT