Gelatina Tem Colágeno?

Gelatina

Confira se é verdade que gelatina tem colágeno, o que é cada um exatamente e seus respectivos benefícios para a saúde e para a pele.

Muitas pessoas hoje em dia estão buscando consumir mais gelatina devido ao colágeno. Isso porque o colágeno é uma proteína muito importante para a saúde, principalmente para manter as articulações saudáveis, aumentar a elasticidade da pele e tratar e combater as tão temidas celulites, além de aumentar a hidratação, entre outros benefícios do colágeno, dentre eles alguns para o intestino.

A gelatina, assim como o colágeno, são geralmente associados a benefícios para a saúde e beleza, e muitas vezes você pode encontrá-los de maneira que um substitui o outro. Porém, embora venham das mesmas fontes – pele, ossos e tecido – eles não são exatamente as mesmas coisas.

Isso quer dizer que a gelatina tem colágeno? Qual a diferença entre eles?

Gelatina x Colágeno: similar, porém diferente

Como dito anteriormente, o colágeno está presente em ossos e tecidos conjuntivos, mas como é muito difícil comer ligamentos ou tendões, eles devem ser cozidos através de um processo chamado de hidrólise parcial, que torna o colágeno digerível.

Quando ocorre a secagem e a hidrólise parcial dos tecidos e ossos, é formado o pó de gelatina. Em outras palavras, a gelatina é basicamente uma forma cozida de colágeno.

Muitas pessoas fazem caldo com os ossos dos animais para consumirem mais gelatina e colágeno, pois ao ferver essas partes dos animais em água, eles são liberados dos ossos. Você pode fazer isso fervendo os tecidos e ossos dos animais por cerca de 20 a 24 horas e adicionar temperos e aromáticos, tendo assim uma deliciosa e nutritiva sopa.

Em relação aos suplementos de colágeno que estão presentes em várias farmácias, lojas de suplementos e mercados, você irá notar que os mais comuns são o colágeno hidrolisado ou peptídeos de colágenos, que nada mais é do que gelatina hidrolisada que foi processada para formar proteínas menores que podem ser facilmente absorvidas no trato digestivo.

Ou seja, simplificando, as diferenças entre gelatina e colágeno se resumem em como eles são processados.

O que dá à gelatina e ao colágeno
texturas diferentes é o método de processamento, bem como os seus benefícios
para a saúde e o que permite que cada um deles seja terapêutico de diferentes
maneiras.

Para entender se você deve consumir
o colágeno hidrolisado – peptídeos de colágeno – ou gelatina, veja agora
detalhes sobre cada um deles, seus benefícios para a saúde, bem como as suas
diferenças para entender qual é melhor para você.

O que é colágeno?

O colágeno é a principal proteína do tecido conjuntivo, ossos e pele. Na verdade, as pessoas possuem mais colágeno em seus corpos do que qualquer outro tipo de proteína, já que ele compõe de 25% a 35% das proteínas de todo o corpo e está presente nos músculos, pele, tendões e é uma parte natural dos ossos, cartilagem e outros tecidos.

Há pelo menos 16 tipos de colágeno no corpo, e a maioria deles pertence a uma das três categorias: Tipo I, Tipo II ou colágeno Tipo III, e cada uma apresenta características únicas e servem para vários propósitos, como por exemplo:

  • Colágeno
    tipo I
    : Este tipo de colágeno constitui
    grande parte da pele, é muito resistente e pode esticar bastante sem se
    quebrar. É ele que ajuda a pele a se manter mais firme e com aparência mais
    jovem. Os ossos também apresentam algumas fibras de colágeno Tipo I.
  • Colágeno
    tipo II:
    Trata-se de um importante
    componente da cartilagem nas articulações, já que suas fibras dão força e
    compressibilidade.
  • Colágeno
    tipo III:
    Está presente ao lado do colágeno
    Tipo I na pele, bem como nos órgãos e vasos sanguíneos.

No geral, o colágeno tem diferentes papéis, porém, conforme as pessoas vão ficando mais velhas, o colágeno natural presente no organismo diminui, o que contribui para vários problemas, como por exemplo as rugas. Outros fatores externos, como o sol, podem particularmente ser severos com o colágeno presente na pele.

O que é gelatina?

Não
só a gelatina tem colágeno, como ela é de fato um colágeno. Como dito anteriormente,
trata-se de um colágeno que foi cozido por tempo suficiente para que seus
aminoácidos começassem a se decompor em componentes menores, extraídos,
filtrados e secos em pó ou em folhas.

Tanto
as folhas como o pó de gelatina podem ser dissolvidos em água quente para uso
posterior. Elas geralmente são feitas de ossos, pele e tecidos de galinhas,
vacas, peixes e porcos.

A gelatina tem colágeno e por isso é ótima para unhas e cabelo, e embora seja muito comum encontrá-las como suplementos, é mais provável encontrá-las em mercados onde são vendidas como sobremesas ou sopas.

O que é colágeno hidrolisado?

Basicamente, hidrolisar algo significa quebrá-lo usando água, e existem vários graus de hidrólise. A gelatina é o colágeno parcialmente hidrolisado.

No caso do colágeno hidrolisado, as ligações de aminoácidos são quebradas ainda mais do que na gelatina, criando assim um colágeno facilmente dissolvido em água fria ou quente que é facilmente digerido pelo corpo, já que suas proteínas são menores.

Este tipo de colágeno tem o mesmo
perfil de aminoácidos e é proveniente das mesmas fontes, porém ele reage de
maneira diferente aos líquidos e diferentemente da gelatina, não funciona da
mesma maneira nas receitas, deixando os alimentos mais espessos.

Tecnicamente,
a maioria dos colágenos presente nos suplementos são hidrolisados em algum grau
para que ele possa ser digerido mais facilmente pelo seu corpo.

Como usar gelatina e colágeno hidrolisado

Há muitas maneiras de usar gelatina e colágeno hidrolisado para obter uma dosagem benéfica de aminoácidos.

Por se tratarem de substâncias insossas, ou seja, sem sabor, eles são muito versáteis, mas um não pode substituir o outro, já que o hidrolisado não “gelifica” como a gelatina e não deve ser usado em receitas para substituir a gelatina.

Porém, ao contrário da gelatina, o colágeno hidrolisado se dissolve tanto em líquidos frios como quentes, e por isso você pode adicioná-lo a quase tudo.

Benefícios da gelatina e do colágeno

Em relação aos benefícios, ambos oferecem mais ou menos os mesmos, pois tanto o colágeno como a gelatina contêm prolina, glicina e hidroxiprolina, três aminoácidos que o corpo usa para criar um novo colágeno e melhorar a saúde das articulações, pele e revestimento intestinal.

Esses aminoácidos são difíceis de encontrar, a menos que a pessoa consuma muita carne proveniente dos órgãos e tecidos conjuntivos.

Veja agora quatro dos principais benefícios do colágeno e da gelatina que são comprovados pela ciência para adicionar mais gelatina e colágeno à sua dieta.

1. Articulações mais fortes

O
colágeno é capaz de fortalecer as articulações aumentando a sua resistência a
dores e lesões. Vários estudos descobriram que o uso de colágeno hidrolisado
diminui a dor nas articulações e aumenta a densidade da cartilagem deixando as
articulações mais flexíveis, o que é muito importante à medida que você
envelhece, já que o seu corpo passa a produzir menos colágeno.

Ele também é um ótimo complemento
para atletas, especialmente quando o exercício físico praticado exige mais das
articulações, como por exemplo correr por longas distâncias.

A maioria dos esportes, assim como trabalhos pesados, podem causar problemas nas articulações, e o colágeno pode ser um grande aliado.

2. Melhora o sono

O colágeno tem sido usado há anos para tratar problemas de sono, e isso pode se dar graças ao seu alto teor de glicina.

Pessoas com problemas para dormir passaram a dormir e entrar em sono profundo mais rapidamente, além de relatarem menos sonolência durante o dia no dia seguinte, quando tomaram glicina antes de dormir, além de se saírem melhor nos testes de memória, o que também indica que eles estavam mais descansados.

Em outro estudo, os participantes que tomaram glicina antes de dormir relataram menos fadiga e uma mente mais descansada no dia seguinte. Já um terceiro estudo descobriu que a glicina não contribui para a sonolência diurna, mesmo se você a tomar durante o dia; sendo assim, você não precisa se preocupar em consumir colágeno logo no seu café da manhã.

3. Pele mais hidratada e lisa

Tanto a pele como o tecido conjuntivo das pessoas contêm células chamadas fibroblastos que são responsáveis por fabricar colágeno, e podem produzi-lo desde que haja abundância de glicina, hidroxiprolina e prolina. A melhor maneira de obter esses aminoácidos é através do colágeno hidrolisado, que por ser decomposto é mais biodisponível.

O colágeno hidrolisado possui vários benefícios para a sua pele, como:

  1. Remover rugas.
  2. Melhorar a elasticidade da pele.
  3. Aumentar a umidade da pele.
  4. Aumentar a densidade de fibroblastos que é responsável pela saúde e elasticidade da pele.
  5. Diminuir a quebra da pele.

Resumindo,
o colágeno deixa a sua pele com um aspecto mais jovem, hidratada e elástica, e
de acordo com estudos, o ideal é entre 2 e 10 gramas diárias.

4. Recuperação mais rápida

Se você se machucar, o colágeno também pode ser o seu grande aliado, já que ele é a principal proteína que o seu corpo procura para curar tudo, desde uma simples acne até um tendão torcido. Ele funciona bem por diversos motivos:

  1. O colágeno combate bactérias e por isso ajuda a manter as feridas estéreis;
  2. Ele forma uma matriz flexível que cobre o tecido danificado enquanto ainda permite que ele se mova. O colágeno age como algo que mantém tudo junto para que as outras células possam se reconstruir;
  3. Por poder se assimilar ao tecido circundante, ele ajuda a fechar as feridas.

De acordo com um estudo realizado, o colágeno hidrolisado acelerou a cura da úlcera em cerca de 200%, já que as bactérias intestinais quebram o colágeno em ácidos graxos de cadeia curta que podem ser usados pelas células que revestem sua parede intestinal, fazendo com que o colágeno te ajude a tratar problemas intestinais e a evitar a síndrome do intestino permeável.

Embora
ainda não tenha estudos específicos sobre acne e colágeno, há evidências que
sugerem que ele também pode ajudar no tratamento desta condição.

As necessidades de colágeno do seu corpo aumentam quando você está doente ou ferido. Por isso, se estiver em recuperação, estudos recomendam que tome 10 gramas de colágeno de 2 a 3 vezes por dia.

Como você pode ver, não só a gelatina tem colágeno, mas ela é uma forma desta proteína tão importante para a sua saúde. Adicionar um pouco de colágeno na sua dieta é uma maneira de cuidar da sua saúde e estética.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que gelatina tem colágeno? Consome com frequência? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Gelatina Tem Colágeno? Aparece primeiro em Mundo Boa Forma