Faz Mal Comer Arroz Cru?

Arroz cru

Confira se faz mal come arroz cru ou se essa mania que pode parecer bem estranha não causa nenhum problema para a saúde de quem tem.

Tem muita gente com manias estranhas por aí. Tem gente que come miojo cru – veja se essa mania faz mal), gente que come gelo – veja se faz mal também – e outra pode ser comer arroz cru. Mas será que essa última mania bizarra pode fazer mal para a saúde?

Faz mal comer arroz cru?

O arroz é aquele alimento que costuma aparecer no prato dos brasileiros na companhia do seu inseparável colega feijão, mas também pode ser utilizado em receitas de risotos e bolinhos salgados, por exemplo.

Entretanto, algumas pessoas podem não ter a paciência de esperar o arroz ficar pronto na panela ou no forno e não resistem ao desejo de petiscar o arroz ainda cru. Mas isso não seria perigoso para a saúde?

A princípio, há apenas o risco de infecção, porque os produtos crus podem conter germes, bactérias e fungos. Fora isso, não há nenhum grande risco para a sua saúde.

A questão da bactéria Bacillus cereus

De acordo com informações do Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) do Reino Unido, o arroz que não passou por um processo de cozimento apresenta esporos da Bacillus cereus, uma bactéria que pode resultar no desenvolvimento de uma intoxicação alimentar.

Segundo o doutorando em psicologia da saúde Matthew Lee, um dos motivos favoráveis à suspeita de que faz mal comer arroz cru é justamente o fato da bactéria Bacillus cereus, encontrada em diversos alimentos, também estar presente no arroz cru.

“Algumas estirpes dessa bactéria competem com outras bactérias no
sistema digestivo, servindo como um probiótico e reduzindo a quantidade de
bactérias potencialmente perigosas como a salmonella. Outras estirpes,
entretanto, são potencialmente perigosas para os humanos. Dessas estirpes
perigosas, a estirpe emética, ou indutora de vômito e náusea, está
principalmente associada com os produtos do arroz”, alertou Lee.

O doutorando em psicologia da saúde acrescentou ainda que segundo normas alimentares da Austrália e da Nova Zelândia, quando o arroz não é cozido ou é insuficientemente cozido, essa estirpe da Bacillus cereus dá origem a uma toxina conhecida pelo nome de cereulide, que pode provocar vômito e náusea dentro de um perigo de 24 horas.

“A forma diarreica da intoxicação alimentar induzida pela Bacillus cereus tem um período de incubação de 8 a 16 horas. Depois desse período, ocorrem cólicas e diarreia”, adicionou Lee.

A questão da lectina

A lectina (veja o que é e alimentos ricos) é outro motivo pelo qual é possível afirmar que faz mal comer arroz cru. Conforme o doutorando em psicologia da saúde Matthew Lee, o site Medical News Today advertiu que essa proteína encontrada em arroz e feijão não cozidos é uma das principais causas da intoxicação alimentar, podendo resultar em reações como náusea, diarreia e vômito quando o consumo é feito de maneira excessiva.

Lee explicou que isso acontece porque a lectina previne a reparação das células gastrointestinais que são danificadas quando a pessoa come. “Este processo natural de dano e reparo está associado com a saúde e a regularidade gastrointestinal e, quando inibido, pode gerar os sintomas da intoxicação alimentar. Em longo prazo, as lectinas encontradas no arroz não cozido estão associadas com o desenvolvimento de doença celíaca, diabetes e câncer colorretal”, ressaltou o doutorando em psicologia da saúde.

A questão do revestimento de celulose do arroz e os problemas digestivos que ele pode trazer

O doutorando em psicologia da saúde Matthew Lee também falou em seu artigo a respeito do revestimento externo de celulose do arroz.

Essa estrutura auxilia a proteger os grãos contra danos, no entanto, essa propriedade protetiva do alimento também está associada à má digestão, uma vez que o sistema digestivo do organismo humano não é capaz de processar a maior parte dos alimentos ricos em celulose, descreveu o doutorando em psicologia da saúde.

“Enquanto os alimentos ricos em celulose servem como fibra
alimentar e promovem a saúde digestiva, a inabilidade de digerir o revestimento
de celulose do arroz diminui o seu teor nutricional. Entretanto, quando (o
arroz) é cozido em temperaturas (iguais) ou acima daquela da água fervente,
esse revestimento de celulose é danificado. Isso gera um aumento na digestão do
arroz, assim como um aumento na absorção das suas proteínas e outros
nutrientes”, afirmou Lee.

Por outro lado, um arroz que não passou por um processo de
cozimento não tem o revestimento de celulose danificado e, consequentemente,
pode experimentar a má digestão atribuída à estrutura.

Se você tem desejos de comer arroz cru

Vale a pena consultar um médico para verificar se isso não pode
estar associado a algum problema de saúde e pedir aconselhamento em relação a
estratégias eficientes para interromper o hábito.

De acordo com a Nutrition International (Nutrição Internacional, tradução livre), organização voltada para o fornecimento de intervenções nutricionais para as pessoas necessitadas, existe uma condição chamada pelo nome de pica, em que as pessoas afetadas têm o desejo de consumir coisas que não entram na categoria de alimentos como terra, carvão, cinzas, gelo, giz de quadro-negro, fermento em pó, flocos de pintura, pontas de cigarro, espuma e enchimento dos móveis, por exemplo.

Mas o que o arroz cru tem a ver com isso? É que as pessoas que sofrem com a condição – que ainda pode ser conhecida pelos nomes de alotriofagia e picanismo – também podem ter o desejo de consumir amido não cozido como arroz não cozido, tubérculos crus, farinha crua e amido de milho especificou a organização.

A Nutrition International apontou que as mulheres grávidas são mais propensas que a população geral a apresentarem os sintomas da alotriofagia e destacou que a condição pode ser um indicativo de que a gestante desenvolveu um quadro de anemia.

O picanismo pode ser provocado por uma deficiência nutricional como de ferro, zinco ou outro nutriente, ao mesmo tempo em que a alotriofagia pode ser manifestada por pessoas que sofrem com problemas de saúde mental como esquizofrenia e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Ou seja, para quem se depara com a vontade de comer arroz cru ou outros itens estranhos, é realmente importante marcar uma consulta médica para descobrir se o hábito não está associado a uma outra condição de saúde que exige cuidados amplos e começar a tratá-la rapidamente de maneira adequada.

Fontes e Referências adicionais:

Você já se ouviu falar que faz mal comer arroz cru? Conhece alguém que goste de comer arroz dessa forma? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Faz Mal Comer Arroz Cru? Aparece primeiro em Mundo Boa Forma