Exagerando nos lanches? Exercícios simples de alimentação consciente podem ajudar

Um lanchinho é sempre bem-vindo. No entanto, quando você está exagerando, isso pode trazer problemas para a sua saúde.

É importante prestar atenção no que está levando você a comer toda hora. Isso é fundamental principalmente porque fatores emocionais como ansiedade ou problemas hormonais podem estar envolvidos.

Sendo assim, uma das formas de evitar estes lanches e aperitivos exagerados entre as refeições é utilizar alguns truques de alimentação intuitiva e consciente.

Conheça alguns e entenda o que significa uma alimentação consciente e como ela pode fazer diferença no seu dia a dia.

Entenda o que é uma alimentação consciente e intuitiva

Uma das melhores maneiras de se alimentar de forma saudável e, consequentemente, evitar o exagero nos lanches entre as refeições é a alimentação intuitiva. Neste tipo de alimentação, você presta atenção ao seu corpo e faz escolhas conscientes.

Sendo assim, você utiliza todos os seus sentidos para pensar sua alimentação.

Isso significa, por exemplo, que ao comer você deverá prestar atenção na textura, no sabor, nos sons e na aparência dos alimentos. Como resultado, você começará a enxergar os alimentos de forma diferente.

Do mesmo modo, a alimentação intuitiva faz com que você preste atenção no seu corpo. Você começará a comer apenas quando sente fome e saberá quando já é suficiente.

Através da alimentação consciente é possível ter mais clareza dos alimentos de que gosta e dos que fazem bem para você. Você irá prestar mais atenção no que seu corpo está sentindo e, igualmente, pedindo.

Portanto, a alimentação intuitiva e consciente é uma ótima maneira de evitar exagerar no lanchinhos.

Conheça alguns exercícios para parar de comer a toda a hora

Conforme a psicóloga Susan Albers explica, essa abordagem constrói uma relação mais saudável com a comida. Da mesma forma, o método dá a você uma sensação de liberdade, avalia a profissional.

Pensando na importância da alimentação intuitiva e consciente, trouxemos algumas dicas simples que irão ajudar você a não exagerar nos lanches entre as refeições.

1. Feche os olhos

A fome é fortemente afetada por indícios visuais, explica Albers. Sendo assim, tente fechar os olhos por um segundo enquanto dá uma mordida na comida.

Remover os indícios visuais pode fazer com que você não se sinta tentado a comer tudo que está no seu prato. Desta forma, é mais fácil se concentrar no que você está comendo e se você já se sente satisfeito.

2. Troque de mão na hora de comer

À primeira vista, pode parecer uma técnica que irá dificultar ainda mais as coisas. No entanto, uma dessas dicas para evitar exagerar nos lanches é modificar um pouco as coisas.

Trocar de mão pode fazer isso. A abordagem consciente significa que você está focado no processo de comer e não se apressando em um lanche ou refeição. Diminua a velocidade usando sua mão não dominante para comer.

Conforme especialistas como a Dra. Albers, isso o ajudará a ficar mais atento ao processo.

3. Esteja ciente da fome física

Faça uma pausa entre cada garfada para se perguntar: “Estou realmente satisfeito? Posso parar aqui?”.

Muitas vezes comemos um prato inteiro de comida antes mesmo de fazer uma pausa ou respirar, alerta Albers. Saiba diferenciar entre estar com fome e satisfeito para orientar suas decisões.

4. Fique sentado ao comer

Outra dica interessante para não exagerar nos lanches é se sentar na mesa de jantar ao comer. Comer em sua mesa de escritório, no carro ou enquanto você está fazendo o jantar das crianças são grandes exemplos de comer sem pensar. Desligue a TV e livre-se das distrações.

Fome

A hora da alimentação requer cuidado. Pensar no que está comendo e no porquê de sua alimentação irá ajudar você a comer de forma mais saudável e não exagerar.

Você conhece mais algum truque a fim de não exagerar no lanche? Então, conte para a gente nos comentários!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Exagerando nos lanches? Exercícios simples de alimentação consciente podem ajudar Aparece primeiro em Mundo Boa Forma