Embora mais confortáveis, faces shield são menos efetivas contra a COVID-19

Devido à pandemia do novo coronavírus, toda vez que saímos de casa precisamos usar máscaras faciais, para prevenir que o vírus se espalhe ainda mais. Entretanto, para alguns, as máscaras são bem desconfortáveis.

Então, para essas pessoas, a saída se tonar trocar a máscara por uma face shield. Trata-se daquele protetor facial preso na cabeça, que forma uma espécie de escudo de plástico transparente que cobre o rosto todo.

Mas, embora seja mais confortável, usar só a face shield pode não ser a melhor escolha contra a COVID-19. Conforme o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos avisou, não se recomenda usar as face shields.

Isso porque há preocupações de que elas não bloqueiam adequadamente as partículas de vírus. Além disso, um novo estudo mostrou que a face shield aparenta ser menos efetiva para bloquear partículas virais do que as máscaras regulares.

Como foi feito o estudo?

A pesquisa simulou a trajetória de tosses e espirros, o que rendeu uma demonstração visual de como grandes nuvens de partículas (que podem conter vírus) podem escapar de trás de uma face shield.

Para fazer o experimento, os pesquisadores da Universidade Atlântica da Flórida, nos Estados Unidos, usaram cabeças falsas de plástico equipadas com diversas coberturas faciais, como a face shield.

Então, eles bombearam uma mistura vaporizada de glicerina e água destilada nas cabeças de plástico para simular uma tosse ou espirro. Também usaram laser para iluminar a trajetória das nuvens de partículas que a tosse e o espirro liberam.

Confira a demonstração no vídeo a seguir:

Enquanto as face shields conseguiram bloquear o respingo inicial na simulação, a iluminação via laser mostrou que a nuvem de partículas suspensas bem finas rodopiou para fora do protetor facial.

Entretanto, a pesquisa não identificou o volume ou tamanho das partículas que escaparam da face shield.

Risco para quem usa e para quem está por perto

O estudo saiu no jornal Physics of Fluids e, como vimos, mostrou que as face shields não seguram as partículas que uma pessoa libera ao tossir ou espirrar. Isso coloca em risco quem estiver por perto.

O experimento não analisou o nível de proteção que as face shields trazem para quem as usa. No entanto, sugere que as pessoas que utilizam o acessório de proteção também podem ter mais chances de exposição ao vírus em comparação ao uso de máscara.

E quanto às outras máscaras?

Dois estudos separados mostraram que mesmo as melhores máscaras permitem que algumas partículas escapem. Em vídeos de testes com a N95, a máscara padrão de ouro, um tufo de partículas pode se jorrar ao redor da ponte do nariz, onde o encaixe é ruim.

Outros estudos mostraram que as máscaras N95, que deveriam filtrar 95% das pequenas partículas, perdem um terço do seu potencial, se o encaixe não for certo. Mas atenção: isso não significa que devamos deixar de usar máscaras.

Se não para ter 100% de proteção contra as partículas de vírus, o que devemos fazer é buscar pelo máximo de proteção possível. Pesquisadores identificaram que as máscaras N95 e as máscaras de pano bloqueiam uma quantidade expressiva de partículas.

Além disso, eles também apontaram que essas máscaras aparentam fornecer uma proteção adequada para as pessoas que praticam o distanciamento social.

Mas lembre-se: as máscaras N95 e máscaras cirúrgicas devem ficar para os profissionais de saúde, devido à sua escassez. A população em geral deve usar as máscaras faciais de pano.

Máscaras x Face shields

Shield e máscara

Conforme o autor líder do estudo que testou as face shields, Siddharta Verma, afirmou, as máscaras atuam como filtros que capturam as gotículas e quaisquer outras partículas que uma pessoa expele.

Verma também é professor assistente do departamento de engenharia mecânica e marítima da Universidade Atlântica da Flórida e falou que as face shields não conseguem fazer isso. De acordo com o pesquisador, se as gotículas forem grandes, elas param no escudo de plástico.

Entretanto, se forem do tipo aerossol (partículas finíssimas e suspensas), elas escapam pelos lados ou pela parte de baixo do protetor, alertou Verma.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já usou as chamadas face shields para se proteger do novo coronavírus? O que acha do equipamento? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Embora mais confortáveis, faces shield são menos efetivas contra a COVID-19 Aparece primeiro em Mundo Boa Forma