Economia de energia na empresa: adote 5 hábitos eficientes!

Economia de energia na empresa: adote 5 hábitos eficientes!

A energia deve ser economizada, mas é um grande desafio para os negócios terem um plano de operação de fato vantajoso. Todos sabem que uma empresa usa muita energia para realizar suas operações do dia a dia, então, para reduzir isso, é preciso criar um plano.

Para que as companhias economizem bem, é necessário criar uma estratégia. Se um negócio trabalha com o uso de compressor schulz 150 litros, a solução é criar algum tipo de cronograma onde o aparelho deve ser desligado e, assim, fazer a economia de energia.

Esse assunto é muito debatido, principalmente pelos ambientalistas, mas, uma empresa não sai perdendo se for adotar medidas que ajudem a economizar energia. No final do mês, se as operações tiverem ido bem e com economia de energia, a empresa terá lucro.

Afinal de contas, energia é um gasto, e o que uma empresa de transporte terrestre de carga seca mais deseja, é cortar esses gastos. Às vezes, fica totalmente inviável fazer essa economia, pois pode afetar o bom andamento das operações diárias da empresa.

Porém, o bom é que há formas de fazer essa economia de modo eficaz, com alguns bons costumes que as entidades podem adotar em conjunto com as suas operações. Nada será afetado, apenas serão implementados algumas coisas que podem ajudar a empresa.

A diminuição dos gastos empresariais é algo essencial para ajustar a precificação dos produtos, deixar o valor mais chamativo aos clientes, além de aumentar a lucratividade e fazer a empresa mais competitiva.

Desse modo, a redução do uso de energia em empresas pode fazer uma diferença enorme nesses resultados. Por isso, uma marca deve investir em um laudo técnico elétrico para seguradora, o técnico pode identificar possíveis problemas na fiação da entidade.

Esse fator é muito preocupante para algumas empresas, já que elas têm um grande volume de equipamentos que precisam de energia elétrica para continuar funcionando. Por isso, a conta de luz acaba se tornando um gasto muito alto para a manutenção do negócio.

A questão é que a utilização de políticas erradas no setor elétrico aumentou o valor da conta de luz em mais de 40%, principalmente nos últimos anos.

Em um cenário como esse, e com várias máquinas, equipamentos de refrigeração e dispositivos eletrônicos imprescindíveis para controlar a rotina dos negócios, como diminuir o uso de energia elétrica no país com a energia mais cara, é uma grande questão.

Por isso, este artigo apresentará algumas soluções bem eficazes para o seu empreendimento conseguir reduzir o consumo de energia. E, em alguns contextos, simples processos podem resolver o alto custo de energia que se costuma ter.

A grande importância de economizar energia

Investir na diminuição do consumo energético é algo que, além de impactar no bolso da empresa, faz bem à natureza. Levando em consideração que a vida das gerações futuras depende de tais diminuições, há uma larga responsabilidade nas mãos das pessoas.

A grande maioria dos indivíduos não entende o impacto que a produção de energia elétrica causa no meio ambiente. E ignoram da mesma maneira que medidas de economia tendem a ser bastante simples e, até mesmo, mais baratas de se adotar.

Tirar proveito da iluminação natural, por exemplo, e dar mais importância às luzes de LED já é algo que pode ajudar muito a natureza. Há também outras indicações, como a procura pelos dispositivos eletrônicos com selo da Procel, que são aparelhos de menor consumo.

Se a pessoa quiser uma economia ainda mais rígida e uma diminuição de impactos ambientais mais expressiva, há outras opções. Equipamentos que fazem o uso da energia solar, estão entre as escolhas que podem ser tomadas neste sentido.

Já é sabido que a água é fundamental para a manutenção da vida na Terra. Todavia, pouco se fala a respeito do papel que este elemento natural tem na geração de energia. No Brasil, 90% da energia elétrica é gerada a partir de usinas hidrelétricas, é o que diz a ANEEL.

Isto mostra que, se o nosso consumo for alto, maiores volumes de água serão necessários para fazer o sistema entrar em funcionamento. A necessidade de praticar a diminuição do consumo de energia nas empresas reflete-se, então, como economia de água também.

Um estudo estima que o brasileiro desperdiça 15% de toda a energia produzida. Lembre-se que este impacto também vai acontecer em todos os recursos hídricos.

As informações do Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica, ou Procel, também são muito alarmantes.

Eles mostram que, só no âmbito residencial, o uso desnecessário de energia pode chegar a 40%. Inclusive, o cenário tem potencial para alcançar pontos críticos, se o país encarar um momento de seca ou estiagem. Esta não será a questão ambiental na conta dele.

Veja mais conteúdos sobre Finanças

Os impactos ambientais

Ainda no que se refere às hidrelétricas, há outro grande problema. A criação das usinas causa enormes impactos ambientais. É preciso mudar o curso de rios ou inundar extensas áreas, tirando a habitação de comunidades e finalizando com os ecossistemas naturais.

Até mesmo animais em extinção podem acabar sendo prejudicados. Neste contexto, não poderia deixar de ter o desmatamento como uma consequência funesta da construção dessas usinas.

Então, quando for ligar a máquina de lavar roupa, para limpar o uniforme de limpeza masculino, tenha atenção para não desperdiçar energia.

Esta pequena exposição mostra como a energia elétrica das empresas e residências, pode estar ligada a impactos ambientais. A boa notícia é que, hoje em dia, não faltam opções para o uso consciente.

Dicas eficazes para economizar energia

A economia de energia deixa de movimentar só em preocupações financeiras e se tornou uma questão de marketing e boa imagem no mercado. Algumas dicas para economizar energia elétrica em sua empresa, são:

1. Use mais a luz solar e ajuste seus horários

A iluminação solar do espaço pode ser uma dos grandes aliados a esse processo. Além de mostrar uma qualidade maior do que a iluminação artificial, ela dá um maior conforto visual aos colaboradores e ativa a produção de vitamina D no organismo das pessoas.

Abrir janelas, reduzir a quantidade de paredes e divisórias no interior da empresa e reaproximar os postos de trabalho da luz natural, devem deixar cada vez menos necessário a utilização da iluminação artificial.

2. Mude equipamentos com pouca eficiência

Não é algo novo que alguns dispositivos de informática e lâmpadas tenham maior eficácia energética que alguns outros.

Presente em quase todos os dispositivos no Brasil, o Selo Procel tem por objetivo ser um instrumento visual simples, que demonstra ao consumidor quais dispositivos são mais eficazes e consomem um volume menor de energia.

De posse desse saber, uma maneira prática de diminuir gastos é modificar lâmpadas e outros equipamentos. A lâmpada tipo LED de 7W ilumina um local do mesmo modo que uma lâmpada incandescente de 60W. Assim, a empresa economiza mais energia.

3. Invista na utilização de energia solar

A energia solar é a energia que vem do sol, uma fonte infinita, e com potencial superior quando comparada a outras fontes renováveis.

Inúmeras tecnologias vêm sendo criadas para aumentar de forma extensa sua aplicação, podendo ser aproveitada e usada por meio de diferentes dispositivos.

A utilização de placas solares se torna cada vez mais normal no Brasil, e são uma peça fundamental para quem visa reduzir os gastos com consumo de energia elétrica.

4. Atente-se a refrigeração e ao ar-condicionado

Geralmente, em locais empresariais, os dispositivos que mais usam energia são os de ar-condicionado. O Selo Procel também se aplica a eles, fazendo a escolha de aquisição mais fácil.

Os aparelhos mais econômicos com relação à demanda de energia podem acabar sendo mais caros. Porém, seu valor acaba sendo retornável com a redução do consumo.

O indicado é avaliar a largura da sala onde o ar-condicionado será instalado, bem como o lugar do espaço e a quantidade de pessoas que compartilharão esse local. Evite ligar o aparelho de refrigeração muitas vezes durante o dia, isso pode ser ruim.

5. Evite usar o modo stand-by

Sempre que possível, se o PC ou outro dispositivo não estiver em utilização, prefira desligá-lo, tirando-o da tomada. O cenário ideal é que tudo esteja desligado totalmente em horários fora do expediente de trabalho.

O modo stand-by deixa só uma luz acesa nos dispositivos, o que pode parecer nada demais. No entanto, somando todos os computadores de um negócio, esse gasto já se torna muito mais significativo.

Benefícios da economia de energia

Além disso, os negócios também podem chegar a outros benefícios na viabilidade econômica do negócio, resultante da economia das fontes de energia e dos processos energéticos dos colaboradores. Esses benefícios são:

  1. Redução das despesas relacionada a consumo de energia;
  2. A mesma produtividade com um consumo menor de energia;
  3. A melhora do local de trabalho, com ajuda dos funcionários;
  4. Por fim, uma melhor imagem da empresa no mercado.

São esses os benefícios que a economia de energia pode trazer para a empresa, além do benefício de ajudar na preservação da natureza.

Considerações finais

A economia de energia é um tema muito importante, principalmente quando envolve as empresas. Essas precisam economizar energia para reduzir custos no final do mês e ter um maior lucro. Além disso, adotar certas medidas pode ajudar o meio ambiente.

Ao tomar medidas de economia da energia elétrica, o negócio pode ter vários benefícios, que podem aumentar a produtividade do negócios em algumas vezes. E também trazer um melhor entrosamento dos colaboradores trabalhando juntos em prol dessa economia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmento

Magazine Notícias

Autor do blog Magazine notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *