Depressão na infância, é Possível?

Embora não seja tão comum como acontece na idade adulta, a depressão infantil existe. Estatísticas apontam a prevalência da doença entre 0,2% a 7,5% das crianças abaixo de 14 anos aqui no Brasil. Mas não há consenso quanto à idade.

Alguns estudos apontam que a depressão infantil pode se manifestar a partir dos 3 anos, outros, apontam a idade de 5 anos. A fase mais crítica, porém, começa no início da adolescência, dos 12 os 15 anos, inclusive com potencial risco de suicídio – explica a Dra. Gladys Arnez, neurologista Infantil e da adolescência, especialista em transtornos comportamentais, escolares, especialista no tratamento do autismo.

É preciso ressaltar que os sinais de depressão nas crianças são diferentes dos sinais que os adultos apresentam.

Afinal, quanto menor é a idade da criança, mais dificuldade ela tem de descrever os seus sentimentos e quando ela tem essa dificuldade de se expressar, em geral, a criança acaba somatizando o problema. Assim, ela acabará reclamando de dores no corpo, camuflando o real problema.

Entretanto, não existe uma causa única que ocasione um quadro de depressão. As causas são diversas, incluindo desde fatores genéticos e ambientais; abusos, ambiente familiar desestruturado, privações ou perdas familiares vivenciadas muito cedo.

Fique atento aos sinais

  • Reclamações de dores no corpo, como por exemplo, dores de cabeça constantes.
  • Fazer xixi na cama com frequência.
  • Irritabilidade.
  • Não ter mais prazer em brincar ou em atividades que antes ela gostava de praticar.
  • Medos
  • Variações de peso, podendo ganhar ou perder.
  • Dificuldades de concentração.
  • Prefere ficar isolada de outras crianças.
  • Pode apresentar cansaço constante.

O Diagnóstico é clínico e geralmente é feito através de uma avaliação interdisciplinar com diferentes profissionais, dentre eles o neurologista Infantil e a Psicóloga.

O Tratamento é principalmente clínico com terapias envolvendo a criança, a família e a escola. Em casos mais graves precisamos de tratamento medicamentoso acompanhado pelo neuro/psiquiatra infantil.

O post Depressão na infância, é Possível? apareceu primeiro em Blog da Saúde.

O conteúdo Depressão na infância, é Possível? Apareceu primeiro em Blog da Saúde