Contusão Muscular – O Que é, Tratamento, Remédio, Spray, Pomada e Dicas

Contusão muscular

Entenda o que é uma contusão muscular, como deve ser feito o tratamento e veja dicas de remédio, spray e pomada que aliviam a dor.

Na contusão muscular, os músculos sofrem uma lesão causada por um trauma direto como uma pancada. Esse machucado nas fibras musculares pode ser leve ou grave e cada caso precisa de um tratamento diferente. Os músculos da coxa e da panturrilha são os mais afetados por esse tipo de lesão, mas qualquer parte do corpo que tenha músculos pode sofrer uma contusão.

A contusão muscular é apenas um dos vários tipos de lesão muscular que podem ocorrer no músculo e por isso o diagnóstico médico é essencial para saber exatamente o tipo de lesão e para saber como tratar da forma mais adequada.

Contusão muscular – O que é

Uma contusão muscular é caracterizada por uma lesão nas fibras musculares e nos tecidos conjuntivos do corpo. A lesão danifica as fibras musculares, mas o tecido da pele não é afetado e por isso não há sangramento aparente.

Geralmente, a lesão ocorre devido a um impacto como uma queda ou uma colisão que machuca os músculos.

Mesmo sem danificar a pele, pode ocorrer sangramento abaixo da pele que se acumula no local. O sangue acumulado pode deixar a pele da região vermelha ou roxa e o local tende a ficar sensível e dolorido ao toque. Os principais sintomas são:

  • Dor;
  • Inchaço local;
  • Descoloração da pele ou hematoma;
  • Mobilidade articular reduzida e dificuldade para movimentar o local;
  • Diminuição da força;
  • Rigidez muscular.

Os músculos contundidos não sofrem danos a longo prazo. Em contusões leves, não é nem necessário interromper a prática de atividade física, mas em casos mais graves, é importante limitar os exercícios físicos para que os músculos se recuperem totalmente da lesão.

Quando deixada sem tratamento, a contusão muscular pode se agravar e causar complicações como a síndrome do compartimento e a miosite ossificante.

  • Síndrome do compartimento: decorre do sangramento interno que causa inchaço no tecido e que pode prejudicar o fluxo de sangue para as células do corpo, podendo evoluir para a morte dos tecidos envolvidos.
  • Miosite ossificante: resultado de uma contusão muscular profunda ou de um trauma que se repete no mesmo músculo, o que pode endurecer os tecidos musculares e transforma-los em ossos, interferindo permanentemente na amplitude de movimento.

Tratamento

Para garantir a recuperação do músculo contundido e evitar as complicações mencionadas acima, é importante contar com a avaliação de um médico, mesmo que a contusão pareça leve.

As contusões mais simples melhoram em poucos dias e o tratamento consiste no uso de anti-inflamatórios para controlar a inflamação e diminuir o inchaço, além de medidas simples que envolvem repouso e o uso de compressas.

Em geral, são três fases de tratamento: a fase aguda, a fase de recuperação e a fase de maturação (ou remodelamento).

  1. Fase aguda: nessa fase, o objetivo é diminuir a dor e o inchaço para reduzir o sofrimento do paciente e para evitar o agravamento da lesão.
  2. Fase de recuperação: nessa etapa, a dor já foi controlada e já é possível recuperar a forca muscular e a mobilidade por meio da retomada de atividades leves como caminhadas e exercícios indicados por um fisioterapeuta.
  3. Fase de maturação: a fase final de recuperação consiste na retomada da atividade física e na prática de exercícios de resistência.

Método RICE

O método RICE (do inglês Rest – Repouso, Ice – Gelo, Compression – Compressão, Elevation – Elevação) é a abordagem padrão para começar o tratamento de uma contusão muscular, seja ela leve ou grave.

Os médicos recomendam que os passos descritos abaixo sejam realizados assim que possível para evitar que a inflamação causada pela lesão se espalhe para os tecidos ao redor.

  • Repouso: parar de mexer a área contundida e descansar é essencial para proteger o local lesionado de mais danos causados por movimentos ou atividades físicas que podem ser postergados até segunda ordem.
  • Gelo: o gelo é um ótimo aliado para auxiliar na redução da dor e do inchaço e para ajudar a parar o sangramento (se houver). Para não machucar a pele, o gelo deve ser enrolado em um pano ou toalha limpa e úmida e aplicado sobre a lesão por até 20 minutos a cada 2 horas por um ou dois dias ou de acordo com a orientação médica.
  • Compressão: uma faixa de compressão pode ser enrolada ao redor da lesão para ajudar na imobilização, além de contribuir também com o sangramento e o inchaço local. Apenas tome cuidado para não apertar demais.
  • Elevação: elevar o local lesionado acima do nível do coração quando você estiver em repouso é útil para melhorar a circulação sanguínea e diminuir o inchaço provocado.

Contusões musculares leves respondem ao método RICE em um ou dois dias, mas é sempre recomendado buscar atendimento médico caso os sintomas não desapareçam por completo.

Remédios

  • Anti-inflamatórios: Anti-inflamatórios de uso oral e pomadas anti-inflamatórias podem ser indicados por um médico durante o tratamento de uma contusão muscular. Caso um anti-inflamatório não esteroide não seja suficiente para aliviar a dor e o inchaço, um corticosteroide como a cortisona pode ser a solução para melhorar os sintomas da inflamação.
  • Analgésicos: Analgésicos são recomendados nas primeiras horas após a contusão muscular para promover alívio da dor. Há também sprays como o Gelol e o Calminex, por exemplo que ajudam a aliviar a dor gerando uma sensação térmica na pele.

Remédios alternativos

  • Arnica: A arnica é um remédio capaz de diminuir a inflamação e o inchaço associado a contusões musculares. Ela é principalmente encontrada na composição de géis ou pomadas de uso tópico. Confira outros benefícios da arnica para a saúde.
  • Bromelina: Substância encontrada no abacaxi, a bromelina pode contribuir para diminuir a inflamação e acelerar a recuperação. A bromelina é encontrada na forma de suplementos e, é claro, no abacaxi.
  • Babosa: A babosa (ou Aloe vera) ajuda a diminuir a dor e a inflamação. Além do gel encontrado dentro da folha de babosa, é possível encontrar vários produtos de uso tópico para passar sobre a pele.
  • Quercetina: A quercetina é um composto flavonoide encontrado em algumas frutas que apresenta efeito anti-inflamatório. Tal efeito é benéfico para o tratamento de contusões musculares e por isso o composto está presente em géis e pomadas usadas para aliviar dores – geralmente em combinação com outros ingredientes como a vitamina K.
  • Vitamina K: A vitamina K é importante para a coagulação correta do sangue e isso ajuda a reduzir os hematomas causados por uma contusão. Existem vários cremes com vitamina K que podem ser aplicados topicamente no local machucado.
  • Vitamina C: O efeito anti-inflamatório da vitamina C ajuda na recuperação da contusão muscular. Você pode usar um creme ou gel com vitamina C, além de ingerir frutas cítricas e vegetais que são ricos nessa vitamina como a laranja e o brócolis, por exemplo.
  • Óleos essenciais: Massagear o local com óleos essenciais promove relaxamento e melhora a circulação do sangue, o que acaba reduzindo a dor local.

Dicas úteis

– No momento da contusão muscular

Assim que você ou alguém próximo sofrer uma lesão que pareça uma contusão muscular, é importante imobilizar o local imediatamente. A imobilização evita que mais danos sejam causados as fibras musculares. Além de evitar ao máximo movimentar o local, se possível, aplique uma compressa gelada no local, pois isso também ajuda a limitar os danos e a reduzir a inflamação.

Feitas essas duas etapas, procure atendimento médico para avaliar a extensão da lesão e continuar o tratamento.

– Após a ida ao médico

Depois de dois ou três dias usando anti-inflamatório prescrito por um médico e aplicando compressas de gelo, você pode passar a usar compressa quente pois isso estimula a circulação sanguínea e acelera a cicatrização. Saiba quando usar gelo ou água quente em uma lesão.

As atividades físicas devem ser evitadas por pelo menos duas semanas ou mais, dependendo da gravidade da contusão e da orientação médica. Após essa fase, o acompanhamento de um fisioterapeuta pode ser necessário nessa etapa para que o local não seja lesionado novamente e para que você possa voltar a se exercitar com segurança.

A recuperação completa de uma contusão moderada a grave normalmente se dá em 21 dias, mas esse prazo pode variar dependendo do local da contusão, gravidade e comprometimento no tratamento.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sofreu uma contusão muscular alguma vez? Como foi o tratamento e tempo de recuperação? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Contusão Muscular – O Que é, Tratamento, Remédio, Spray, Pomada e Dicas Aparece primeiro em Mundo Boa Forma