Como Plantar Romã em Casa – Passo a Passo e Cuidados

Romã

Aprenda como plantar romã em casa com o passo a passo desde o plantio e cultivo à colheita, além de dicas e cuidados para os melhores resultados.

A romã é composta por nutrientes como fibras, potássio, vitamina B9, vitamina C e vitamina K em sua parte comestível – ou seja, as suas sementes. Não à toa, existem inúmeros benefícios da romã para a saúde e boa forma e vale a pena conhecer receitas de suco de romã e outras formas de consumo dessa fruta.

Mas você já pensou em aprender como plantar romã em casa? Além da vantagem de poder colher a fruta fresquinha diretamente do seu lar, cultivar a romã em casa é uma forma de garantir um alimento orgânico sem a adição de agrotóxicos, substâncias que já foram associadas à causa de algumas doenças, como veremos mais adiante.

Como plantar romã em casa

Confira a seguir um passo a passo que
ensina como plantar romã em vaso:

  1. Vale a pena saber que a mais indicada para o cultivo no recipiente é a anã (Punica granatum nana), que atinge cerca de 1 m de altura;
  2. O solo para o cultivo da romã deve ser profundo, argiloso e bem drenado – o plantio de fruta não dá certo em solos alagados – e conter grande parte de matéria orgânica;
  3. Recomenda-se usar vasos de 50 cm a 80 cm de comprimento, que podem ser de plástico ou cerâmica – os de cerâmica oferecem uma boa drenagem do excesso de água enquanto os de plástico exigem menos regas por perderem menos água;
  4. Escolher um galho de um pé de romã que esteja saudável e produzindo, limpá-lo e, com o auxílio de um estilete, fazer dois cortes em volta dele, com uma distância de 5 cm entre cada corte. Então, fazer um terceiro corte para ligar os dois primeiros cortes, conforme demonstrado no vídeo lá de baixo;
  5. Usando a pontinha de um estilete, retirar somente a casca, exatamente como ensinado no vídeo;
  6. Cortar uma garrafa pet ao meio, fazer um corte em uma das saliências que ficam no fundo da metade inferior da garrafa e cortar a lateral, até chegar ao buraquinho feito na saliência escolhida;
  7. Após, fixar a garrafa pet no galho escolhido e passar duas ou três voltas de fita adesiva em volta da garrafa para fixar bem, como mostrado no vídeo lá embaixo. Colocar um pedaço de lona, de isopor ou de plástico no espaço que sobrar entre a garrafa pet e o galho;
  8. Agora é a vez de adicionar uma terra bem adubada na garrafa, enchendo bem;
  9. Em seguida, regar. A rega deve ser repetida diariamente, no período da manhã ou à tardezinha. Para quem mora em locais muito quentes a rega pode acontecer duas vezes ao dia;
  10. Esperar criar raízes, o que pode demorar cerca de 90 dias. Depois que isso acontecer, com o auxílio de um serrote, retirar o galho com a garrafa pet, como ensina o vídeo lá de baixo. Fazer a poda do que for necessário;
  11. Abrir a garrafa pet com cuidado para que o torrão nas esfarele. Passar o pé de romã para um vaso já montado com terra e cobri-lo com um pouco mais de terra. Regar, com o auxílio de um regador.

Outras dicas:

  1. O pezinho de romã deve ser posicionado em um local onde bate sol intenso, já que ele dá frutos somente quando recebe uma quantidade suficiente de sol e precisa de pelo menos quatro horas de sol por dia para crescer de modo saudável. Se não houver um local em que bata sol constantemente durante o dia na sua residência, opte pelo lugar que menos tenha sombra;
  2. A fruta se desenvolve bem em climas quentes e secos e deve ser plantada em um local parcialmente protegido dos ventos fortes. Ela também não deve ser cultivada em uma área muito úmida, abafada ou escura;
  3. Recomenda-se plantar o pé de romã no começo da primavera, depois da última geada;
  4. O cultivo do pé de romã em vasos exige a poda para manter o tamanho e a forma desejados;
  5. Outra orientação é não regar o pé de romã em excesso para evitar o surgimento de fungos. A regrinha sugerida para não errar na hora da irrigação é colocar o dedo no vaso para sentir se a terra está molhada – se ela estiver úmida, não há a necessidade de regar novamente; se não estiver, a rega pode acontecer;
  6. Há ainda a orientação de adubar o vaso com estrume de cavalo ou vaca e fertilizantes ricos em azoto (nitrogênio). Para o outono, a dica é fazer uma adubação completa com micronutrientes;
  7. Aconselha-se também a usar um substrato leve, enriquecido com composto orgânico e bem adubado a cada três meses para ter frutos doces e fortes. Uma possível receita de mistura de terra que pode ser utilizada para o plantio de romã em vasos é: 1 parte de terra vegetal, 1 parte de terra comum própria para jardim e 2 partes de um bom composto orgânico.

Mas o que os agrotóxicos têm de tão ruim?

Chegou a hora de conhecermos alguns motivos que podem justificar a má fama dos agrotóxicos, o que certamente servirá de estímulo para testar o método de como plantar romã em casa que acabamos de conhecer.

Pois bem, o portal do Ministério da
Saúde informa que o uso contínuo, indiscriminado e inadequado dos agrotóxicos é
considerado um relevante problema ambiental e de saúde pública.

De acordo com o portal, “os efeitos à saúde humana, decorrentes da exposição direta ou indireta aos agrotóxicos podem variar de acordo (com) a toxicidade, tipo de princípio ativo, dose, tempo de exposição e via de exposição”.

Estudos realizados pelo aluno de doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Ensp/Fiocruz), Cleber Cremonese, indicaram que parte dos agrotóxicos pode desregular o sistema endócrino, alterando os níveis de hormônios sexuais e provocando efeitos prejudiciais, especialmente para o sistema reprodutor.

Essas reações podem incluir câncer de
mama, câncer de ovário, câncer de testículo, câncer de próstata, desregulação
do ciclo menstrual, infertilidade, baixa na qualidade do sêmen e malformação de
órgãos reprodutivos.

Em suas pesquisas, Cremonese avaliou
moradores de Farroupilha (RS) – em um primeiro estudo, ele trabalhou com homens
e mulheres adultos, trabalhadores rurais e seus familiares, que tinham entre 18
a 69 anos; no segundo ele analisou jovens das zonas rurais e urbanas com idade
entre 18 a 23 anos.

Para chegar aos resultados apontados,
o doutorando coletou amostras de sangue e sêmen e aplicou questionários.

Ele concluiu que seus estudos sugerem
que as exposições crônicas aos agrotóxicos interferem na regulação dos
hormônios sexuais nos adultos e na qualidade do sêmen dos jovens nas regiões
onde o estudo foi conduzido.

Cleber afirmou ainda que o uso dos agrotóxicos já foi associado a outros problemas de saúde como doenças neurodegenerativas como Parkinson, distúrbios cognitivos, transtornos psiquiátricos, alterações respiratórias e imunológicas, problemas no fígado e nos rins e complicações na gestação como aborto, malformações congênitas e baixo peso ao nascer.

Por isso tudo, vale a pena conhecer também quais são os alimentos com mais agrotóxicos no Brasil e fazer uma força para consumi-los de forma orgânica.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia como plantar romã em casa? Pretende começar e ter sua própria em casa? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Como Plantar Romã em Casa – Passo a Passo e Cuidados Aparece primeiro em Mundo Boa Forma