Como Plantar Beterraba em Casa – Passo a Passo e Cuidados

Plantar beterraba

Aprenda como plantar beterraba em casa com um passo a passo desde o planto até o cultivo e a colheita, com dicas e cuidados para melhores resultados.

Você pode até não ser o fã número um dessa roxinha, entretanto, não dá para negar que ela é uma excelente adição para as nossas refeições em termos de saúde.

Existem inúmeros benefícios da beterraba para a saúde, já que ela é um alimento que fornece nutrientes como fibras, manganês, potássio, ferro, vitamina B9 e vitamina C.

Podemos aproveitá-la em diversas receitas saudáveis como saladas, purês, molhos, sopas, caldos e sucos, por exemplo. Veja desde já algumas receitas de nhoque de beterraba fit e receitas de salada de beterraba para incrementar sua dieta.

Mas você já pensou em aprender como plantar beterraba em casa?

Para algumas pessoas, cultivar os próprios alimentos funciona como um passatempo, quase como algo terapêutico. Mas outro estímulo para aprender como plantar beterraba em casa é a possibilidade de ter o alimento à sua disposição diretamente do conforto do seu lar.

Melhor ainda: cultivar seus próprios alimentos em casa permite levar para a mesa alimentos orgânicos e livres da aplicação de agrotóxicos, já que assim é possível controlar todas as etapas do processo de produção do alimento.

Dados do ano de 2010 do Programa
de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos (Para) da Agência Nacional
de Vigilância Sanitária (Anvisa) apontaram irregularidades em aproximadamente
30% das amostras averiguadas de beterraba.

Isso pode ser considerado preocupante porque, de acordo com o portal do Ministério da Saúde, o uso contínuo, indiscriminado e inadequado de agrotóxicos é considerado um relevante problema ambiental e de saúde pública.

Ainda
segundo o site, “os efeitos à saúde humana, decorrentes da exposição direta ou
indireta aos agrotóxicos podem variar de acordo (com) a toxicidade, tipo de
princípio ativo, dose, tempo de exposição e via de exposição”.

Crianças,
gestantes, mulheres que amamentam, idosos e pessoas com a saúde debilitada são
considerados os grupos mais susceptíveis aos efeitos dessas substâncias,
completou o portal.

Como se não bastasse, estudos realizados pelo aluno de doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Ensp/Fiocruz), Cleber Cremonese, indicaram que parte dos agrotóxicos pode desregular o sistema endócrino, alterando os níveis de hormônios sexuais e provocando efeitos prejudiciais, especialmente para o sistema reprodutor.

Essas
reações podem incluir câncer de mama, câncer de ovário, câncer de testículo,
câncer de próstata, desregulação do ciclo menstrual, infertilidade, baixa na
qualidade do sêmen e malformação de órgãos reprodutivos.

Em
suas pesquisas, Cremonese avaliou moradores de Farroupilha (RS) – em um
primeiro estudo, ele trabalhou com homens e mulheres adultos, trabalhadores
rurais e seus familiares, que tinham entre 18 a 69 anos; no segundo ele
analisou jovens das zonas rurais e urbanas com idade entre 18 a 23 anos.

Para
chegar aos resultados apontados, o doutorando coletou amostras de sangue e
sêmen e aplicou questionários.

Ele
concluiu que seus estudos sugerem que as exposições crônicas aos agrotóxicos
interferem na regulação dos hormônios sexuais nos adultos e na qualidade do
sêmen dos jovens nas regiões onde o estudo foi conduzido.

Cleber afirmou ainda que o uso dos agrotóxicos já foi associado a outros problemas de saúde como doenças neurodegenerativas como Parkinson, distúrbios cognitivos, transtornos psiquiátricos, alterações respiratórias e imunológicas, problemas no fígado e nos rins e complicações na gestação como aborto, malformações congênitas e baixo peso ao nascer.

Confira em detalhes as doenças que agrotóxicos nos alimentos podem provocar e veja também os alimentos com mais agrotóxicos no Brasil.

Como plantar beterraba brotando

  1. Selecionar uma beterraba que esteja na geladeira há mais de uma semana e apresente brotos (cabinhos em uma coloração roxa mais clara que a cor do vegetal);
  2. Cortar um pouco abaixo do broto, deixando uma camada pequena e fina de beterraba;
  3. Pegar uma garrafa pet e cortar apenas a parte de cima deixando os dois últimos terços do recipiente para plantar a beterraba;
  4. Preencher a garrafa com uma terra composta por 40% de areia e com o adubo natural orgânico da sua preferência;
  5. Com o auxílio dos dedos, fazer um furinho no meio da terra e plantar a beterraba cortada. Cobrir com a terra, apertando para firmar, e deixar os brotos do vegetal (ou cabinhos, como preferir) para fora;
  6. Regar.

Como plantar beterraba em vaso

  1. O vaso utilizado para cultivar a beterraba precisa ter 20 cm de diâmetro e, no mínimo, 20 cm de profundidade. O recipiente também precisa contar com furos no fundo para permitir a drenagem da água;
  2. Com o vaso em mãos, preencher o fundo do recipiente com uma camada de cacos, pedras ou isopor para drenagem e adicionar substrato comum ou à base de argila até faltar 5 cm para a borda do vaso. Regar o substrato;
  3. Plantar as sementes de beterraba na superfície da terra, evitando que elas afundem com a água. Recomenda-se manter um espaço de 12 cm entre as sementes. Cobrir com 2 cm de substrato e regar novamente, utilizando o método de chuvisco;
  4. Quando as mudinhas atingirem os 2 cm de altura, será necessário remover as plantas mais fracas para abrir espaço para que as mais fortes cresçam;
  5. As raízes da beterraba devem ficar enterradas ao longo de todo o cultivo da espécie.

Outras dicas e dados sobre como plantar beterraba em casa

  1. A beterraba pode ser plantada ao longo de todo o ano em localidades acima dos 800 m de altitude e de clima frio. Em áreas com altitude entre 400 m a 800 m, a recomendação é cultivar entre os meses de fevereiro a junho. Já onde a altitude é abaixo dos 400 m, o período indicado para a plantação é de abril a junho;
  2. A temperatura considerada ideal para o cultivo do vegetal fica na faixa dos 10º C aos 20º C;
  3. A semeadura da roxinha pode ser mais complicada durante os meses quentes e chuvosos;
  4. O solo apropriado para o cultivo da beterraba é leve, apresenta boa drenagem, é fértil, rico em matéria orgânica e apresenta um pH entre 6 e 7,5. No entanto, ele não pode possuir declive;
  5. Recomenda-se que o cultivo do vegetal receba algumas horas diárias de luz direta do sol. Porém, é importante tomar cuidado para não exagerar na dose já que a beterraba gosta de temperaturas amenas;
  6. A irrigação da planta deve ser feita frequentemente, de modo que o solo fique úmido, entretanto, sem encharcar;
  7. As raízes da beterraba encontram-se no ponto de colheita quanto atingem entre 6 cm a 8 cm de diâmetro. É aconselhável não esperar muito tempo para colher o vegetal porque as suas raízes podem endurecer.

Fontes
e Referências Adicionais:

Você já sabia como plantar beterraba em casa? Pretende começar a produzir seus próprios alimentos agora? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Como Plantar Beterraba em Casa – Passo a Passo e Cuidados Aparece primeiro em Mundo Boa Forma