Como a vitamina D pode ser importante na luta contra a COVID-19

Um estudo da Universidade de Chicago encontrou uma relação entre a deficiência de vitamina D e o risco de contrair a COVID-19.

Os pesquisadores analisaram 489 pacientes e observaram que aqueles que tinham carência do nutriente apresentaram 1,77 vezes mais chances de contrair o novo coronavírus. Isso em comparação aos participantes com níveis normais do nutriente.

Conforme os cientistas disseram, são necessários mais estudos clínicos sobre a possível relação entre a vitamina e a COVID-19, mas eles acreditam que as descobertas aparentemente dão suporte à existência de uma relação entre o nível do nutriente no organismo e o risco da doença.

O chefe de medicina hospitalar da Universidade de Chicago, David Meltzer, foi quem liderou a pesquisa. Ele classificou ter níveis suficientes de vitamina D atrás do uso de máscara e das medidas de higiene como formas de prevenção contra o novo coronavírus.

Entretanto, Meltzer ressaltou que obter bons níveis do nutriente deveria estar perto do todo da lista de todo mundo.

Outros estudos

Além disso, uma análise de 40 estudos apontou que doses diárias em longo prazo da vitamina D aparentemente protegeram contra infecções respiratórias agudas.

Por sua vez, um estudo pequeno da Universidade de Granada observou que entre 50 pessoas com COVID-19 que receberam calcifediol, um tipo de vitamina D, só uma foi para a unidade de terapia intensiva (UTI).

Por outro lado, 13 das 26 pessoas que não receberam o tratamento tiveram que ir para a UTI.

O professor-associado de medicina, cirurgia e neurociências da Universidade de Siena, Luigi Gennari mostrou dados que indicam uma possível ligação entre baixa vitamina D e o risco de infecções mais sérias pelo novo coronavírus.

Pesquisadores italianos notaram que pacientes de um hospital de Milão com sintomas mais graves de COVID-19 tinham níveis menores de calcifediol e maiores de interleucina-6 que os pacientes com sintomas mais leves.

Aliás, é importante registrar que a interleucina-6 é uma proteína produzida pelo organismo que tem uma ligação com a inflamação.

Ademais, os cientistas italianos observaram que os pacientes que falecerem devido ao novo coronavírus no hospital tinham maior propensão a ter níveis mais baixos de vitamina D do que aqueles que sobreviveram.

Qual o papel da vitamina D no sistema imunológico?

Proteção ao covid

O nutriente é importante para a imunidade. De acordo com a Escola de Saúde Pública de Harvard, a vitamina D exerce um papel na regulação do sistema imunológico.

Conforme a médica de medicina interna Manisha Singal explicou, a vitamina D desvia o sistema imunológico de caminhos altamente inflamatórios e o leva para uma via mais regulada.

Além disso, o diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, disse que ser deficiente em vitamina D pode impactar suscetibilidade a infecções.

Como obter a vitamina D?

A vitamina D está presente em alimentos como clara de ovo, peixes de água salgada, cogumelo e fígado. Além disso, alguns produtos como leite e cerais podem ser fortificados com o nutriente.

Porém, a maneira mais famosa de conseguir vitamina D é por meio da exposição ao sol. De acordo com Singal, é melhor obter o nutriente através de fontes naturais. Assim, quem tem uma dieta relativamente saudável e toma algum sol consegue vitamina D suficiente, completou.

Quando não é possível obter uma quantia suficiente do nutriente pelas fontes naturais, os suplementos de vitamina D se tornam a alternativa. A médica de medicina interna disse que esses suplementos também podem ajudar a estimular o sistema imunológico.

Entretanto, ela recomenda fazer exames médicos para testar os níveis de vitamina D. Isso é especialmente importante para quem já apresenta sinais de falta de vitamina D.

A partir desses exames, o médico consegue definir se alguém realmente precisa da suplementação e qual a dosagem necessária.

Como a superdosagem de vitamina D também é perigosa e pode ocorrer quando alguém usa suplementos do nutriente sem precisar, só suplemente a vitamina D sob acompanhamento médico.

Atenção

É claro que a vitamina D não é um composto mágico contra a COVID-19. Não pense que basta tomar um suplemento do nutriente para estar imune à doença.

Ter bons níveis da vitamina é importante para o sistema imunológico e, consequentemente, para ajudar na proteção contra o novo coronavírus. Mas além disso é fundamental seguir todas as outras medidas de prevenção contra a COVID-19.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sofreu com a carência de vitamina D? Toma algum suplemento para suprir o nutriente no organismo? Então, conte para nós nos comentários!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Como a vitamina D pode ser importante na luta contra a COVID-19 Aparece primeiro em Mundo Boa Forma