Chá de canela de velho – Para que serve, contraindicação e efeitos colaterais!

Canela de velho

Confira para que serve o chá de canela de velho, além de descobrir suas propriedades, contraindicações, bem como os efeitos colaterais deste chá!

A canela de velho é uma planta que encontra nas regiões tropicais o clima propício para se desenvolver.

Cientificamente conhecida como Miconia Albicans, a canela de velho não é muito popular em certas regiões, mas há diversas propriedades benéficas que fazem com que muitas pessoas sejam adeptas de seu chá.

É possível encontrar a planta em farmácias e casas de produtos naturais, em cápsulas ou em versões desidratadas para o preparo de chás.

Trata-se de uma substância fitoterápica estimulante, mas que, segundo especialistas, não representa perigo à saúde cardíaca e que é capaz de oferecer uma série de benefícios a quem consome.

Para que serve?

Canela de velho é uma das plantas mais populares utilizadas para o combate de dores e desconforto nas articulações.

Associa-se ao seu chá a presença de propriedades analgésicas – capazes de combater dores; antifúngicas; além de capacidade antimalárica e antitumoral. No entanto, a sua principal aplicação é em decorrência da capacidade anti-inflamatória que a planta possui.

Benefícios do chá de canela de velho

Os benefícios promovidos pelo chá de canela de velho estão associados aos seus princípios ativos e às suas propriedades – que podem desencadear uma série de reações benéficas no organismo humano.

Conheça, abaixo, as principais atividades que a planta promove no corpo:

1. Efeito antioxidante

Devido à alta quantidade de fenóis totais encontradas, o potencial antioxidante exercido pela planta nos humanos é consideravelmente grande. Os antioxidantes atuam combatendo os efeitos dos radicais livres.

2. Anti-inflamatório

Um estudo feito em 2006 buscou averiguar os efeitos do ácido ursólico e do ácido oleanólico, que são substâncias encontradas em alta quantidade na planta canela de velho, na atividade de recuperação de inflamações.

É justamente devido às propriedades anti-inflamatórias da planta que os sintomas da artrite podem ser combatidos, já que essa doença se manifesta em decorrência de um quadro inflamatório.

Essa função também é importante para auxiliar na recuperação da cartilagem e articulação de pessoas com artrose. Há ainda estudos que sustentam que a planta é capaz de diminuir e até mesmo eliminar a tendinite.

3. Auxílio à digestão

O chá de canela de velho possui propriedades capazes de promover o sistema digestivo, sobretudo o estômago. Dessa forma, ele é uma boa opção a ser consumida após uma refeição que desencadeou sensação de azia ou má digestão.

Além disso, os sintomas de certas doenças estomacais como refluxo e gastrite também podem ser inimizados ao consumir o chá dessa planta. Os benefícios também se estendem a disfunções intestinais como a diarreia.

4. Auxílio no combate à diabetes

Devido à presença de antioxidantes na planta, os diabéticos também podem ser beneficiados com o consumo do chá de canela de velho. Isso se deve ao fato de que essa substância auxilia no controle dos níveis de açúcar na corrente sanguínea.

No entanto, é necessário estar atento à quantidade e à frequência consumida, sobretudo se o diabético fizer uso de medicamentos insulínicos, que já têm como função diminuir o açúcar no sangue, fazendo com os que os níveis glicêmicos caiam mais do que o normal.

5. Pode desacelerar o crescimento de tumores

A literatura a respeito dos potenciais efeitos inibidores de câncer do chá de canela de velho ainda é escassa. No entanto, há estudos que corroboram que há agentes antitumorais na planta, capazes de desacelerar o crescimento de tumores.

No entanto, é imprescindível alertar que nenhum tratamento médico-hospitalar deve ser substituído apenas pelo consumo do chá, uma vez que os tratamentos específicos são mais incisivos e adequados à necessidade de cada paciente.

6. Auxílio no combate à disfunção erétil

O consumo do chá de canela de velho combate a disfunção erétil devido a dois fatores: a capacidade de purificação sanguínea, e ao fato estimulante que a planta oferece.

Dessa forma, homens que sofrem com esse problema podem consumir o chá como um tratamento alternativo. Há, ainda, no mercado, pomadas e géis fabricados a partir da canela de velho que são comercializados para tratar disfunção erétil.

Chá de canela de velho: como fazer!

Quanto ao preparo, não há segredo: a medida é de um litro de água para uma colher de sopa – ou 70 gramas – da planta desidratada.

Deixe a infusão ferver por cinco minutos e, em seguida, deixe descansando por mais cinco minutos. Coe e tome a bebida.

Contraindicação do chá de canela de velho

A princípio, o consumo do chá e não representa perigos significantes, a não ser que o indivíduo seja alérgico à planta. Nesses casos, a ingestão do chá – e da planta em outras formas, como cápsulas, por exemplo – deve ser vedado.

Além disso, por falta de estudos que se debruçaram ao tema, o referido chá também não é indicado para gestantes e lactantes, uma vez que não há indícios de sua segurança.

Os demais podem consumir o chá de canela de velho, desde que respeitem o limite de consumo diário.

De acordo com especialistas, ultrapassar essa quantidade pode desencadear sintomas como náusea, azia e dor estomacal. Além disso, devido à presença dos agentes fitoquímicos, exceder o consumo diário do chá pode lesionar as células do fígado.

 Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar do chá de canela de velho e suas propriedades e benefícios? Pretende incluir em su dieta essa bebida? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Chá de canela de velho – Para que serve, contraindicação e efeitos colaterais! Aparece primeiro em Mundo Boa Forma