Aos 113 Anos, Mulher Mais Velha da Espanha Derrota o Novo Coronavírus

Branyas

Aos 113 anos de idade, a mulher mais velha da Espanha, Maria Branyas, entrou para o grupo de pessoas que venceram a luta contra a COVID-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

A idade de Branyas, por si só, já tornaria surpreendente o fato da centenária ter derrotado a doença, mas a história da senhora se mostra ainda mais impressionante quando olhamos para todos os eventos históricos ela testemunhou ao longo de sua vida.

Presenciou duas guerras mundiais

Branyas, que nasceu no ano de 1907 no México, esteve viva durante a epidemia da gripe espanhola, a Guerra Civil da Espanha e a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. A centenária foi diagnosticada com a COVID-19 depois que a Espanha entrou em lockdown devido à pandemia do novo coronavírus durante o mês de março.

Entretanto, depois de passar semanas em isolamento, a centenária se recuperou. E o melhor é que ela sentiu somente sintomas leves do novo coronavírus. Algo impressionante quando lembramos que os idosos fazem parte do grupo de risco da COVID-19, ao lado das pessoas com excesso de peso e dos portadores de doenças crônicas.

A filha da mulher mais velha da Espanha publicou no twitter que a centenária “está bem, está maravilhosa, quer falar, explicar, fazer suas reflexões; é ela novamente”.

Dois anos após nascer, Branyas se mudou para São Francisco, nos Estados Unidos, e foi para Girona, na Catalunha, durante a Primeira Guerra Mundial com o seu pai, um jornalista espanhol.

A centenária tem três filhos, 11 netos e 13 bisnetos. Há duas décadas, ela mora em um lar para idosos em Olot, também na Espanha.

Você conhece alguma pessoa idosa que também venceu o coronavírus? Quantos anos ela tem? A história de Branyas motiva a seguir na luta? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Aos 113 Anos, Mulher Mais Velha da Espanha Derrota o Novo Coronavírus Aparece primeiro em Mundo Boa Forma