Alergia a Mofo – Sintomas e Como Tratar

A alergia a mofo é algo que pode
incomodar muito a vida de uma pessoa, por isso entenda agora quais são seus
sintomas, como tratar e se essa alergia tem cura.

Se você tem uma alergia que ocorre em
diferentes estações do ano, pode ser que tenha alergia a mofo ou outros fungos.

Mofo são fungos que vivem em todas
partes, desde um galho caído até lugares úmidos como seu banheiro, cozinha ou
até mesmo o colchão que você dorme todas as noites.

Diferentes das plantas ou animais na
maneira como se reproduzem e crescem eles viajam pelo ar. Alguns se espalham em
clima seco e ventoso enquanto que outros se espalham com a neblina ou o orvalho
quando a umidade é alta.

Esses pequenos organismos podem ser
pretos, brancos, laranja, verdes ou roxos e prosperam com a umidade e se
reproduzem através de esporos leves que viajam pelo ar.

Você está exposto ao mofo todos os dias e
embora sejam inofensivos em pequenas quantidades quando pousam em um local
úmido eles podem crescer e liberar esporos que você pode inspirar.

Se você é sensível há ele e inala muitos
esporos, isso pode deixá-lo doente e causar esse tipo de alergia que está entre
os tipos mais comuns
e que muitas vezes a pessoa pode confundir com um
resfriado
já que pode fazer você tossir, ter coceira nos olhos entre
outros sintomas.

O que é alergia a mofo

Em algumas pessoas a inalação dos
esporos produzidos pelo mofo causa reações alérgicas e os sintomas alérgicos
são mais comuns de julho ao início do outono.

Durante o inverno a grande maioria deste
tipo de fungo tende a ficar inativa, porém na primavera eles crescem em plantas
mortas pelo frio, dentro de casa, em áreas úmidas, etc.  

Se você tem alergia a mofo, seu sistema
imunológico reage exageradamente quando você respira os esporos.  Em algumas pessoas, a alergia ao mofo está
ligada à asma
e a exposição causa respiração restrita e
outros sintomas relacionados as vias aéreas.

Se você tem alergia a mofo a melhor
defesa é reduzir a exposição aos tipos de mofo que causam sua reação e os
medicamentos podem ajudar a manter as reações alérgicas sob controle.

Quando uma pessoa é alérgica ao mofo seu
sistema imunológico é extremamente sensível a esporos específicos e os trata
como um alérgeno.

Quando você inala esses esporos seu
sistema imunológico desencadeia sintomas como espirros, coceira, olhos
lacrimejantes, coriza, congestão nasal ou coceira no nariz, boca e lábios.

Existem centenas de tipos de fungos mas
nem todos são responsáveis por causar sintomas de alergia. Os bolores
causadores de alergias mais comuns incluem Alternaria, Cladosporium,
Aspergillus, e Penicillium.

Sintomas da alergia a mofo

Alergias a fungos geralmente não são
fatais. No entanto, eles podem afetar sua capacidade de levar uma vida diária
confortável e produtiva.

Como muitas outras alergias, os sinais
de alerta podem incluir:

  • Corrimento nasal
  • Zumbidos
  • Olhos lacrimejantes e/ou com coceira
  • Nariz entupido
  • Erupção cutânea ou urticária

Talvez você não consiga evitar
totalmente o mofo mas pode diminuir o risco de reação ao mofo alimentar,
escolhendo cuidadosamente o que você come.

Verifique tudo o que você come quanto aos
sinais de mofo antes de comer.

Não cheire os alimentos para ver se
estão estragados porque a inalação de esporos de mofo pode desencadear uma
reação alérgica.

Além disso, evite alimentos com maior
probabilidade de conter mofo ou outros fungos, como cogumelos e leveduras. Os que
normalmente contém mofo são:

  • Vinagre e alimentos que contenham vinagre como
    por exemplo ketchup, molhos para salada e picles.
  • Queijo.
  • Peixe ou carne.
  • Salsichas e linguiças.
  • Frutas secas, como ameixas, tâmaras, passas e
    figos.
  • Geleias.
  • Cogumelos.
  • Creme de leite, leite azedo e soro de leite
    coalhado.
  • Pães e outros alimentos feitos com fermento.
  • Chucrute,
  • Carnes e peixes em conserva e defumados.
  • Molho de soja.
  • Sucos enlatados.
  • Sobras com mais de 3 ou 4 dias.

Como tratar alergia a mofo

Se você está se perguntando se alergia a
mofo tem cura, é importante saber que não há, porém existem maneiras eficazes e
seguras de curar os seus sintomas.

O melhor tratamento para qualquer
alergia é prevenir e evitar exposição aos seus gatilhos, porém quando acontece,
você pode optar por uma dessas maneiras de como tratar alergia a mofo.

Anti-histamínicos

Estes medicamentos para
alergia
podem ajudar a tratar a coceira (comichão), coriza e
espirros.

Eles funcionam bloqueando a histamina
que nada mais é do que um produto químico inflamatório liberado pelo sistema
imunológico durante uma reação alérgica.

Os anti-histamínicos de venda livre incluem
loratadina (Alavert, Claritin), fexofenadina (Allegra) e cetirizina (Xyzal
Allergy 24Hrs, Zyrtec Allergy).

Eles causam pouca ou nenhuma sonolência
ou boca seca enquanto que os anti-histamínicos mais antigos, como o clemastine,
também funcionam mas podem deixá-lo sonolento, afetar o desempenho no trabalho,
na escola e causar boca seca.

Os sprays nasais de azelastina (Astelin,
Astepro) e olopatadina (Patanase) estão disponíveis mediante receita médica e
seus efeitos colaterais podem incluir um sabor amargo na boca e secura nasal.

Corticosteróides nasais

Os corticosteroides nasais são sprays
nasais que ajudam a prevenir e tratar a inflamação causada por uma alergia a mofo.

Para muitas pessoas eles são os
medicamentos mais eficazes contra alergias e geralmente são os primeiros
medicamentos prescritos.

Exemplos de corticosteroides nasais incluem
fluticasona (Xhance), ciclesonida (Omnaris, Zetonna),mometasona (Nasonex),
triancinolona e budesonida (Rhinocort).

Sangramentos nasais e secura nasal são
os efeitos colaterais mais comuns desses medicamentos que geralmente são
seguros para uso a longo prazo.

Sprays nasais descongestionantes

Um exemplo de spray nasal
descongestionantes inclui a oximetazolina (Afrin, outros).

Não é recomendado usar esses
medicamentos por mais de três ou quatro dias pois eles podem fazer com que
quando você pare de usá-los a congestão volte com sintomas ainda piores.

Outros possíveis efeitos colaterais
incluem insônia, dor de cabeça e nervosismo.

Descongestionantes orais

Os descongestionantes orais de venda
livre incluem Sudafed e Drixoral.

Como os descongestionantes orais podem
aumentar a pressão arterial, evite-os se você tiver pressão alta (hipertensão).

Os possíveis efeitos colaterais incluem
pressão alta, insônia, ansiedade, perda de apetite, inquietação e batimento
cardíaco (palpitações).

Montelucaste

O montelucaste (Singulair) é um
comprimido que deve ser tomado para bloquear a ação dos leucotrienos –
substâncias químicas do sistema imunológico que causam sintomas de alergia,
como por exemplo o excesso de muco.

Esse medicamento provou ser eficaz no
tratamento da asma alérgica e também no tratamento da alergia a mofo.

Assim como os anti-histamínicos, este
medicamento não é tão eficaz quanto os corticosteróides inalados e é
frequentemente usado quando sprays nasais não podem ser tolerados ou quando há
asma leve.

Outros tratamentos para alergia a mofo incluem:

Lavagem nasal

Para ajudar com os sintomas de irritação
nasal o seu médico pode recomendar que você lave o nariz diariamente com água
salgada.

Para isso use um objeto especialmente
projetado para tal fim, como aqueles incluídos em kits de solução salina (Sinus
Rinse, outros), seringa de bulbo ou pote neti para irrigar as passagens nasais.

Este remédio caseiro, chamado lavagem
nasal, pode ajudar a manter o nariz livre de mofo e qualquer outra coisa que
cause irritação.

Use água destilada, estéril, previamente
fervida e resfriada ou filtrada.

Além disso, certifique-se de enxaguar o
dispositivo de irrigação após cada uso com água similarmente destilada,
estéril, previamente fervida e resfriada ou filtrada e deixe aberta ao ar.

Imunoterapia

Este tratamento pode ser muito eficaz
para algumas alergias, como por exemplo a febre do feno, mas é utilizado apenas
para certos tipos de alergia ao mofo.

Estilo de vida e remédios caseiros para evitar os sintomas

Para manter afastados os sintomas de
alergia a mofo você pode tomar as seguintes medidas:

  • Use uma máscara contra poeira sobre o nariz e a
    boca para manter os esporos de mofo longe se precisar varrer as folhas, cortar
    a grama ou trabalhar com qualquer coisa que faça com que você entre em contato
    com esses fungos.
  • Durma com as janelas fechadas para impedir a
    entrada do mofo ao ar livre. A concentração de esporos de fungos no ar tende a
    ser maior durante a noite quando o clima é frio e úmido.
  • Evite ir ao ar livre em determinados momentos como
    imediatamente após uma tempestade, quando o tempo está nublado ou úmido ou
    quando a contagem de mofo publicada for alta.

A alergia a mofo não tem cura, mas você
pode tentar evita-la. Quando não conseguir, use essas dicas de como tratar para
poder seguir com o seu dia a dia da melhor maneira possível.

Fontes
e Referências adicionais:

Você já conhecia a alergia a mofo? Conhece alguém que tenha? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo Alergia a Mofo – Sintomas e Como Tratar Aparece primeiro em Mundo Boa Forma