8 perigos da dieta ioiô para o seu corpo

O efeito ioiô ou dieta ioiô é aquela perda de peso seguida de uma recuperação rápida do peso inicial. Isso quando a pessoa não ganha ainda mais peso do que tinha. Ou seja, é o famoso efeito sanfona.

Por exemplo, ao tentar emagrecer para um evento, a pessoa entra em uma dieta, geralmente radical e restritiva. Então, quando tal evento chega, ela já não aguenta mais se privar, ataca a geladeira, come além da conta e ganha peso tudo de novo.

Quem vive na dieta ioiô sofre uma verdadeira gangorra de peso, que uma hora está lá em cima e outra hora lá embaixo. O problema é que toda essa instabilidade pode prejudicar não apenas a aparência, mas também a saúde.

Veja alguns problemas que a dieta ioiô pode provocar listados abaixo:

1. Mais apetite e menos queima de calorias

Fome

São fatores que explicam a rápida recuperação de peso que ocorre com as dietas ioiô. As células de gorduras produzem o hormônio leptina, que informam ao cérebro quando o corpo tem um estoque suficiente de gorduras.

Além disso, quando os níveis de leptina estão altos, o corpo sente-se com saciedade. Conforme a pessoa perde peso rapidamente com a dieta restritiva, ela terá menos gordura e, consequentemente, menos leptina.

Ademais, devido à dieta, o corpo desacelera para preservar energia. Isso significa que ele queima menos calorias. Com isso, depois que termina a dieta, a pessoa fica com um apetite bem maior, ao mesmo tempo em que gasta menos calorias.

2. Perda de músculos

A perda de peso na dieta ioiô traz tanto a eliminação de gorduras quanto de músculos. Ao recuperar o peso, a pessoa ganha gorduras primeiro. No entanto, o apetite continua alto até o corpo recuperar a massa muscular que perdeu.

Assim, ao sentir mais fome e comer mais, a pessoa continuará a ganhar gordura enquanto recupera os músculos. Embora soe estranho, isso aparenta ser um problema maior para os magros do que para quem têm excesso de peso.

3. Compulsão alimentar

Embora não seja uma regra para todos que fazem as dietas ioiô, elas podem levar a esse problema. Quando a pessoa se liberta de toda a tensão de precisar perder peso rápido, ela pode se soltar demais e se jogar de cabeça na comilança.

Isso é perigoso para os jovens, especialmente as meninas. Os pré-adolescentes e adolescentes que se classificam como seguidores de dietas têm mais chances de comer compulsivamente e ficar acima do peso.

4. Estresse

Estresse

Fazer dieta pode ser estressante e a gangorra de perder peso para ganhar peso novamente pode gerar ainda mais estresse. Isso pode gerar um ciclo sem fim, já que o próprio estresse engorda.

Uma pessoa com níveis altos do hormônio do estresse, o cortisol, tem mais chances de aumentar a gordura ao redor da barriga, o que, por sua vez, eleva os riscos de diabetes e doença cardíaca.

5. Problemas cardíacos

Os cientistas não sabem o que uma dieta ioiô causa ao coração ao longo do tempo. Mas, em curto prazo, recuperar o peso estressa o coração e os vasos sanguíneos.

Um grande estudo apontou que, quanto mais o peso corporal sobe e desce, mais tendência há para ter angina (dor no peito), ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC). Quanto maiores as oscilações, maior é o risco.

6. Cálculo biliar

O excesso de peso pode fazer alguém desenvolver cálculo biliar, assim como perder peso muito rapidamente igual ocorre em uma dieta radical também.

Repetir o ciclo de ganho e perda de peso aumenta as chances de ter o problema. Ou seja, o risco cresce quanto mais peso uma pessoa perde e recupera.

7. Prejuízo às bactérias boas

O intestino tem bactérias boas que ajudam na digestão e são importantes ao organismo de modo geral, desde a saúde cardíaca até a depressão. A dieta ioiô as prejudica porque pode alterar a quantia e os tipos dessas bactérias.

8. Outros perigos

Engordar alguns quilos traz mais inflamação ao corpo, pode gerar mais resistência à insulina e fazer mal ao coração. Ocorrem também mudanças nos genes que podem levar à cardiomegalia (coração dilatado ou alargado).

A boa notícia é que perder peso apaga a maioria dessas alterações. Entretanto, o organismo não se restabelece por completo e os efeitos em longo prazo não estão claros. Além disso, engordar outras vezes como ocorre na dieta ioiô não será bom para essas questões.

O que fazer?

A solução se torna procurar uma estratégia que resulta no emagrecimento duradouro, como a reeducação alimentar. Se você não consegue fazer isso sozinho, busque a ajuda de um nutricionista para mudar seu estilo de vida.

Fontes e Referências Adicionais

Você já fez uma dieta ioiô? Já passou pelo efeito sanfona? Como foi a sua experiência? Compartilhe nos comentários abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo 8 perigos da dieta ioiô para o seu corpo Aparece primeiro em Mundo Boa Forma