8 Benefícios da Carne de Porco para Saúde e Boa Forma

Se
antes ela era mal compreendida, hoje já se sabe sobre todos os benefícios da
carne de porco, suas propriedades, para que serve, e como essa carne ajuda a
cuidar da saúde e boa forma. Veja tudo isso neste artigo.

A
carne de porco é mais nutritiva do que muitas pessoas podem imaginar. Ela é uma
potência de vitaminas e minerais essenciais. Apenas 85 gramas desta carne magra
cozida cobrem mais de um terço da necessidade diária de niacina, vitamina B6,
tiamina e selênio.

Mesmo
assim, até hoje as pessoas se perguntam se carne de porco faz mal à saúde, se grávida pode comer carne de porco, se carne de porco é remosa, entre várias outras
perguntas que associam este alimento com problemas à saúde.

Ela
é considerada a carne vermelha mais consumida em todo o mundo, especialmente no
leste asiático, porém em certas religiões como no Judaismo e Islã o seu consumo
é proibido, sendo inclusive proibida em muitos países islâmicos.

Embora
o ideal seja consumi-la sem ser processada, existem muitos produtos fabricados
com carne de porco processada, como presunto, bacon, carne de porco defumada,
linguiças e salsichas.

Informações Nutricionais

Uma
porção de 100 gramas de carne de porco contém:

  • Calorias: 271 kcal
  • Carboidratos: 0
  • Açúcar: 0
  • Gorduras totais: 17,04 g
  • Proteína 27,34 g
  • Colesterol: 90 mg
  • Sódio: 384 mg
  • Potássio: 351 mg

Propriedades da carne de porco

Gorduras

A
carne de porco contém quantidades variáveis de gordura que geralmente permanece
entre 10 e 16% mas pode ser muito maior dependendo do corte entre outros
fatores.

A
gordura de porco clarificada que também é chamada de banha de porco às vezes é
usada como gordura para cozinhar.

Assim
como outros tipos de carne vermelha, essa carne é composta principalmente de
gorduras saturadas e insaturadas que estão presentes em quantidades
aproximadamente iguais.

Por
exemplo, uma porção de 100 gramas de carne de porco moída cozida contém cerca
de 9,3 gramas de gordura monoinsaturada, 7,7 gramas de gordura saturada e 1,9
grama de gordura poli-insaturada.


a sua composição de ácidos graxos é ligeiramente diferente das carnes de
animais ruminantes como a carne de cordeiro ou bovina.

Essa
carne contém um baixo teor de ácido linoleico conjugado (CLA) e um pouco mais
de gorduras insaturadas.

Proteína

Uma
das propriedades da carne de porco é que ela é composta principalmente por
proteínas, correspondendo a 26% do seu peso quando está fresca.

Quando
está seca, o teor de proteína da carne de porco magra pode chegar a 89%, e por
isso ela é considerada uma das fontes alimentares mais rica neste nutriente.

Ela
contém todos os nove aminoácidos essenciais que são necessários para o
crescimento e a manutenção do seu corpo sendo considerada uma das fontes
alimentares mais completas de proteínas.

Por
esse motivo, comer carne de porco pode ser particularmente benéfico para
fisiculturistas, pessoas após uma cirurgia, atletas em recuperação ou outas
pessoas que precisam desenvolver ou reparar seus músculos.

Vitaminas e minerais

Como
mencionado anteriormente, essa carne é uma rica fonte de vitaminas e minerais, veja
quais são e para que serve.

  • Vitamina B12: Quase que exclusivamente
    encontrada em alimentos de origem animal, a vitamina B12 é importante para a
    formação do sangue e a função cerebral. Sua deficiência pode causar anemia e
    danos aos neurônios.
  • Ferro: Em comparação com outras
    carnes como por exemplo a bovina ou cordeiro, ela contém menos ferro, porém a
    absorção do ferro proveniente da carne (ferro-heme) pelo trato digestivo é muito
    eficiente e por isso ela pode ser considera uma excelente fonte deste mineral.
  • Vitamina B3: Uma das vitaminas do complexo
    B, a niacina ou vitamina B3 serve para uma variedade de funções em seu corpo e
    é importante para o metabolismo e o crescimento das pessoas.
  • Selênio: É considerada uma das
    melhores fontes desse mineral essencial bem como outros alimentos de origem animal,
    como frutos do mar, laticínios, ovos e outros tipos de carnes.
  • Tiamina: Ao contrário dos outros
    tipos de carne vermelha, ela é particularmente rica em tiamina, uma das
    vitaminas do complexo B que desempenha um papel essencial em várias funções do corpo.
  • Vitamina B6: A vitamina B6 é importante
    para a formação dos glóbulos vermelhos.
  • Fósforo: O fósforo geralmente é um
    grande componente da dieta das pessoas e é essencial para o crescimento e
    manutenção do corpo.
  • Zinco: Este é um mineral muito
    importante que se encontra em abundância na carne de porco. Ele é essencial
    para a saúde do cérebro e do sistema imunológico.

A
carne de porco contém boas quantidades de muitos outros minerais e vitaminas,
porém, é importante lembrar que os produtos processados desta carne, como por
exemplo o bacon, salsicha e presunto, contêm grandes quantidades de sal (sódio)
e o excesso de sal não faz bem para a saúde.

Outros componentes da carne de porco

Assim
como as plantas, os alimentos de origem animal contêm várias substâncias
bioativas que podem ser benéficas para a saúde. São elas:

  • Colesterol: É um esterol presente
    tanto nas carnes como em outros alimentos derivados de animais como ovos e
    laticínios.

Para a maioria das pessoas,
quando consumido com moderação ele não afeta os níveis de colesterol no corpo.

  • Taurina: Presente em peixes e
    carnes, é um aminoácido antioxidante formando pelo corpo.

A sua ingestão dietética
pode ser benéfica para a função cardíaca e muscular.

  • Creatina: A creatina é abundante nas
    carnes e funciona como uma fonte de energia para os músculos.

Trata-se de um suplemento
bastante popular entre os fisiculturistas pois acredita-se que ele melhora o
crescimento e a manutenção muscular.

  • Glutationa: É um antioxidante presente
    em grandes quantidades nas carnes, porém que também pode ser produzido pelo
    corpo. Ainda não é claro o seu papel como nutriente.

Benefícios da carne de porco para a saúde e boa forma

Como você pode ver a carne de porco
é rica em várias vitaminas e minerais além de proteínas de alta qualidade.

Quando cozida adequadamente ela pode
ser uma parte excelente de uma dieta saudável. Por isso, veja agora seus
benefícios para a saúde e boa forma e para que serve a carne de porco.

1. Melhora o desempenho durante o exercício físico

O consumo de carne de porco pode melhorar a função muscular
e o seu desempenho físico, pois além de ser rica em proteínas de alta
qualidade, ela contém uma variedade de nutrientes saudáveis que são benéficos
para os músculos.

Entre esses nutrientes estão a creatina, taurina e
beta-alanina.

A beta-alanina é um aminoácido que o corpo utiliza para
produzir carnosina, o que é muito importante para a função muscular.

De fato, altos níveis de carnosina nos músculos das pessoas
têm sido associados à uma fadiga menor e melhor desempenho físico.

Pessoas que seguem dietas veganas ou vegetarianas têm um
baixo teor de beta-alanina, o que reduz a quantidade de carnosina nos músculos
ao longo do tempo.

Por outro lado, a alta ingestão de beta-alalina, inclusive a
parte de suplementos, aumenta os níveis de carnosina muscular.

Sendo assim, comer carne de porco ou outras fontes ricas de
beta-alanina pode ser benéfico para as pessoas que desejam maximizar o seu
desempenho físico.

2. Manutenção da massa muscular

Assim como a maioria dos alimentos de origem animal, a carne
de porco é uma excelente fonte de proteína de alta qualidade e por isso um dos
seus benefícios é a manutenção da massa muscular.

Com a idade, manter a sua massa muscular é muito importante
para a saúde, já que sem exercícios e dieta adequada, ela degenera naturalmente
à medida que a pessoa envelhece.

Essa mudança está associada a muitos problemas de saúde
relacionados ao envelhecimento.

Nos casos mais graves, a perda de massa muscular leva a uma
condição de saúde chamada sarcopenia, que é caracterizada por níveis muitos
baixos de massa muscular e redução da qualidade de vida.

A sarcopenia é mais comum em adultos mais velhos e a
ingestão inadequada de proteínas de alta qualidade pode acelerar a degeneração
muscular relacionada à idade aumentando o risco desta doença.

Comer carne de porco ou outros alimentos ricos em proteínas
é uma excelente maneira de garantir a ingestão suficiente de proteínas de alta
qualidade que podem ajudar a preservar a massa muscular.

Outros benefícios da carne de porco para a saúde são:

  • A vitamina B6 presente na carne de porco ajuda no
    metabolismo de gorduras, carboidratos, proteínas e mantém o bom funcionamento
    do sistema nervoso.
  • Ajuda manter os dentes fortes.
  • O seu conteúdo de ferro é facilmente absorvido pelo organismo
    e aumenta a produção de energia.
  • A presença de Roboflavina ajuda na manutenção de problemas
    de pele e saúde. Ela também repara os tecidos danificados e extrai energia dos
    alimentos.
  • Ajuda na produção de glóbulos vermelhos.

Basicamente, a carne de porco faz bem
para os olhos, pele, ossos, sangue, sistema nervoso, desempenho físico e mental
e a sua ingestão garante uma imunidade melhor para o organismo devido à
presença de antioxidantes essenciais.

Cuidados com o consumo de carne de porco

Você deve evitar a ingestão de carne
de porco crua ou malpassada, porque ela pode conter vários tipos de parasitas
que podem infectar os seres humanos.

Lombrigas parasitas

Triquinela é uma família de vermes
parasitas que causam uma doença conhecida como triquinose ou triquinelose.

Embora essa condição seja incomum em
países desenvolvidos, comer carne de porco crua ou malpassada pode aumentar o
seu risco especialmente quando a carne é proveniente de porcos selvagens ou de
criadouros particulares, como os criados em sítios e chácaras.

Na maioria das vezes, a triquinelose
apresenta sintomas muito leves, como dor de estômago, diarreia, azia e náusea
ou até mesmo nenhum sintoma.

Ainda assim, ela pode evoluir para
uma condição séria de saúde, principalmente em adultos mais velhos.

Em alguns casos, pode levar a dor
muscular, fraqueza, inchaço ao redor dos olhos e febre.

Tênia

A tênia (Taenia solium) presente na carne de porco é um parasita intestinal
que chega a atingir um cumprimento de 2 a 3 metros.

Nos países desenvolvidos é muito raro
acontecer a infecção com este parasita, porém aqui no Brasil, como em outros
países da América do Sul, Central, África e Ásia, ela é uma preocupação.

Na maioria das vezes essa infecção é
completamente inofensiva e não causa sintomas, porém, ocasionalmente pode levar
a uma doença conhecida como cisticercose, que estimasse atingir cerca de 50
milhões de pessoas anualmente.

Um dos sintomas mais graves da
cisticercose é a epilepsia, sendo que ela é considerada uma das principais
causas de epilepsia adquirida do mundo.

Toxoplasmose

Toxoplasma gondii é o nome científico de um protozoário parasitário – animal
unicelular visível apenas ao microscópio.

Ele é encontrado em todo o mundo e
estima-se que esteja presente em aproximadamente um terço de todas as pessoas.

Em países desenvolvidos, a causa
mais comum de infecção de toxoplasmose é o consumo de carne de porco crua ou
malpassada.

Geralmente está infecção não causa
sintomas, mas pode ocorrer em pessoas com sistema imunológico fraco.

Os sintomas da toxoplasmose
geralmente são leves, mas podem ser prejudiciais para o feto e causar risco de
vida em pessoas que estão com o sistema imunológico fraco.

Carne de porco e câncer

Muitos estudos observacionais
observaram uma ligação entre a carne vermelha e o risco de câncer de cólon,
embora a evidência não seja totalmente consistente.

É difícil provar que a carne de
porco causa câncer nas pessoas já que esses estudos não podem fornecer
evidências de uma relação direta de causa e efeito.

Ainda assim, a ideia de que uma alta
ingestão de carne causa câncer é plausível especialmente no caso das carnes
cozidas em fogo alto, pois quando cozida em excesso, ela pode conter várias
substâncias cancerígenas, principalmente as aminas heterocíclicas.

As aminas heterocíclicas são uma
família de substâncias prejudiciais encontradas em quantidades relativamente
altas em carnes, peixes ou outras fontes de proteínas animais bem cozidas ou
cozidas em excesso.

Elas são formadas quando a proteína
animal é exposta a temperaturas muito altas durante o cozimento, seja através
do churrasco, assado, cozida ou frita.

Estudos sugerem que alimentos ricos
em aminas heterocíclicas aumentam o risco de vários tipos de câncer, como
cólon, próstata e mama.

Apesar dessas evidências, o papel do
consumo de carne no desenvolvimento do câncer ainda não está claro, e no
contexto de uma dieta saudável, a ingestão moderada de carne de porco cozida de
maneira adequada provavelmente não aumenta o risco de câncer.

Mas lembre-se, que para manter uma
saúde ideal, é bom limitar o consumo de carne de porco principalmente das que
foram cozidas em excesso.

Carne de porco e doenças cardíacas

As doenças cardíacas são a principal
causa de morte prematura em todo o mundo e inclui condições diversas como
ataques cardíacos, pressão alta e derrames.

Estudos observacionais realizados
sobre a carne vermelha e doenças cardíacas chegaram a diferentes resultados.

Alguns mostram um risco maior para a
carne vermelha tanto processada como não processada e muitos riscos aumentados
somente para as carnes processadas, enquanto que outros não encontraram nenhum
vínculo significativo.

Não há evidências claras de que a
própria carne cause doenças cardíacas, os estudos observacionais apenas revelam
associações, porém não podem fornecer uma evidência de relação direta de causa
e efeito.

É claro que a alta ingestão de carne
está ligada a fatores de estilo de vida que são prejudiciais à saúde, como
baixo consumo de frutas e vegetais, pouca atividade física, fumar e comer em
excesso.

A maioria dos estudos observacionais
tentam corrigir esses fatores, e uma hipótese popular liga o colesterol e o
teor de gordura saturada da carne a um risco aumentado da doença cardíaca.

No entanto, o colesterol consumido
através da dieta tem pouco ou nenhum efeito sobre os níveis de colesterol na
maioria das pessoas e muitos cientistas não consideram isso um problema de
saúde.

A ligação entre gorduras saturadas e
doenças cardíacas é controversa e alguns cientistas começaram a menosprezar o
seu papel nas doenças cardíacas.

Sendo assim, é pouco provável que o
consumo moderado de carne de porco magra como parte de uma dieta saudável
aumente o risco de doenças cardíacas.

Quando consumida de maneira correta
e moderadamente, a carne de porco oferece vários benefícios pois contém várias
propriedades benéficas para a saúde e boa forma, basta cozinha-la bem mas sem
excesso e não exagerar nas porções.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os 8 benefícios da carne de porco para saúde e boa forma? Pretende consumir mais na sua rotina? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo 8 Benefícios da Carne de Porco para Saúde e Boa Forma Aparece primeiro em Mundo Boa Forma