7 Remédios para Azia Mais Usados

Remédios para azia

Confira quais são os remédios para azia mais usados para saber o que você pode tomar para aliviar os sintomas e a sensação de queimação.

A azia ou má digestão pode ser um sintoma de doença do refluxo gastroesofágico. Entenda também como tratar o refluxo. A queimação ocorre quando o ácido estomacal volta para o esôfago (espécie de tubo que leva os alimentos da boca para o estômago).

Além de causar desconforto e ardência no peito e na garganta, o retorno do alimento pode causar vômito. Veja aqui quais são as melhores opções de remédios e o que é bom para azia.

Remédios para azia mais usados

1. Eparema

Eparema é um remédio composto de extratos de boldo, ruibarbo e cáscara sagrada. Os componentes de sua fórmula têm propriedades que ajudam na produção e eliminação da bile pelo fígado. Tal efeito contribui para a digestão de gorduras e promove um leve efeito laxante.

Est remédio para azia não deve ser tomado por mais de 14 dias sem a orientação de um médico.

2. Estomazil

Antiácidos em geral ajudam no tratamento da azia leve neutralizando o excesso de ácido no estômago que acaba voltando para o esôfago.

Um dos antiácidos mais usados entre os remédios para azia é o Estomazil, conhecido também como sal de fruta. O remédio é uma mistura de sais como o bicarbonato de sódio, o carbonato de sódio e o ácido cítrico. O pó ou comprimido efervescente deve ser dissolvido em água e há disponibilidade de diversos sabores como laranja, abacaxi e guaraná.

Outro sal de fruta que exerce o mesmo papel do Estomazil é o Eno.

3. Sucralfato

Muito usado no tratamento de úlceras e da gastrite, o sucralfato atua protegendo o estômago e reduzindo a acidez local. Este remédio para azia forma uma espécie de gel que reveste e protege as mucosas gástrica e duodenal, evitando assim o excesso de ácido e a queimação.

O sucralfato não deve ser usado junto com antiácidos. Caso o seu médico indique o uso de ambos, é importante dar um intervalo de pelo menos meia hora entre as doses.

4. Omeprazol

O omeprazol é um remédio do grupo dos inibidores de bomba de próton. A ação do medicamento se dá através da redução da quantidade de ácido produzida no estômago. Remédios com ação similar à do omeprazol incluem o pantoprazol, o lansoprazol, o esomeprazol e o rabeprazol.

Apesar de ser eficaz contra a azia e também no tratamento de condições como as úlceras estomacais, a inflamação no esôfago e a doença do refluxo gastroesofágico, o Omeprazol não deve ser usado a longo prazo.

O ideal é que o tratamento seja feito por no máximo 14 dias em até três períodos do ano. Isso é recomendado devido aos efeitos colaterais do Omeprazol a longo prazo que podem incluir dores de estômago e o desenvolvimento de cistos gástricos.

5. Epocler

O Epocler é composto por uma combinação de três aminoácidos que são a colina, a betaína e a racemetionina.

Ele age diretamente no fígado evitando o acúmulo de gordura e ajudando a eliminar toxinas. Isso pode ajudar quando a azia é causada pela má digestão de alimentos gordurosos, mas o ideal é consultar um profissional da saúde antes de usar o remédio já que ele pode causar efeitos colaterais como coceira, dor de cabeça e náusea.

6. Alcachofra

A alcachofra ou Cynara scolymus é um remédio fitoterápico que alivia a azia por meio do estímulo à produção de bile e à digestão de gorduras. O mecanismo de ação é praticamente o mesmo do Epocler.

O uso de alcachofra para azia pode causar um efeito laxativo leve que facilita os movimentos intestinais.

7. Cimetidina

Os bloqueadores ou antagonistas da histamina H2 agem diminuindo a quantidade de ácido estomacal que é secretada pelo organismo. A dose diária máxima não deve ultrapassar 2,4 gramas.

Efeitos colaterais como cansaço, dor de cabeça, erupções cutâneas e diarreia podem ser notados em algumas pessoas. Além da cimetidina, outros remédios para azia da mesma classe são a ranitidina e a famotidina.

Outras opções para aliviar a azia

O gengibre na forma de chá pode ser um bom remédio para azia e para diversos desconfortos gastrointestinais. Outras alternativas caseiras de obter alívio incluem o uso de bicarbonato de sódio, que atua como um antiácido natural, e de remédios caseiros como a hortelã, o boldo, o funcho, a espinheira-santa, a pera, a raiz de alcaçuz e a erva doce.

Há ainda algumas mudanças no estilo de vida que podem aliviar a azia e evitar novos episódios, como:

  • Manter um peso corporal saudável para reduzir a pressão sobre o abdômen;
  • Evitar deitar logo depois de comer;
  • Evitar os alimentos que você sabe que te causam azia;
  • Evitar o uso de roupas apertadas que apertam a região abdominal;
  • Abandonar hábitos nocivos como o fumo e o álcool;
  • Inclinar o colchão para dormir se você sente azia a noite;
  • Evitar refeições muito grandes ou pesadas.

Recomendações do National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais dos Estados Unidos) sugerem que um médico seja consultado caso um ou mais dos seguintes sintomas sejam observados:

  • Vômito verde, amarelo ou com sangue;
  • Vômito que parece com pó de café;
  • Dor na boca ou na garganta durante as refeições;
  • Dificuldade de deglutição;
  • Vômito intenso.

Mesmo que você não sinta nenhum dos sintomas graves mencionados acima e opte por aliviar a azia com remédios naturais, é indicado falar com um médico de sua confiança sobre a frequência que você sente azia e sobre as opções de tratamento disponíveis.

Fontes e Referências adicionais:

Você já utilizou algum destes remédios para azia? Costuma sofrer muito com essa condição? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

O conteúdo 7 Remédios para Azia Mais Usados Aparece primeiro em Mundo Boa Forma